Obras Mais Asfalto

23 de março de 2017

Incoerência: Eduardo Braide é a favor e contra o reajuste do salário dos professores

Marrpá - Após reajuste de 8%, os professores estaduais do Maranhão passaram a receber o maior salário do Brasil pago para a categoria. A Medida Provisória 230/2017, que concedeu o reajuste, foi aprovada por ampla maioria na Assembleia Legislativa do Maranhão. Ironicamente, o deputado estadual Eduardo Braide (PMN), que votou a favor do reajuste, vem promovendo de forma isolada seguidos debates contra o benefício, mesmo após o tema já ter sido votado.
Braide tenta sustentar a tese de que os professores são contrários ao aumento salarial. O deputado e blogs vinculados ao grupo Sarney alegam que o reajuste não deveria incidir sobre a Gratificação por Atividade de Magistério (GAM), como ficou definido após a votação, mas no vencimento dos profissionais.
No entanto, tanto blogueiros quanto o parlamentar não mencionam que a GAM é parte integrante do salário, e que recai na aposentadoria de todo professor.
O reajuste foi debatido com a categoria e aprovado por 12 das 18 assembleias regionais e pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma), que emitiu nota esclarecendo que a Medida Provisória editada pelo Governo do Estado, reajustou os vencimentos dos professores da rede estadual de educação, e não retirou direitos dos educadores.
Braide segue praticamente sozinho tentando disseminar o falso cenário onde a categoria é contra o benefício, apesar da ampla adesão dos professores e do legislativo ao reajuste.

Nenhum comentário: