SAÚDE

11 de janeiro de 2017

Índio é preso com mais de duas toneladas de maconha no Maranhão

A Polícia Civil do Maranhão, realizou nesta quarta-feira (11), por intermédio da 15ª Delegacia Regional de Barra do Corda, coordenada pelo Delegado Regional Renilto Ferreira, em operação conjunta com a Polícia Militar desta cidade, uma operação de combate ao tráfico de drogas, crimes de receptação de veículos roubados, organização criminosa, corrupção de menores na cidade de Jenipapo dos Vieiras, especialmente na Aldeia Felipe Boner, resultando na maior apreensão de drogas registrada este ano.
Após quatro meses de investigações, foi representado no final do ano passado por mandados de busca e apreensão em tal aldeia, especialmente na casa do cacique identificado como Darlan Guajajara de Sousa, 36 anos, apontado como principal suspeito de ser o líder de todos esses ilícitos ocorridos na aldeia. Ele é conhecido por ‘Aleijadinho’ por ter perdido uma das pernas em acidente e usar muletas. Darlan teria sido o mentor de diversos assaltos na região.


De mãos dos mandados a operação resultou na prisão em flagrante de sete pessoas, sendo elas o cacique acima citado e ainda: Jacilene Guajajara de Sousa, 43 anos; Licinha Carvalho Guajajara de Sousa; Laide Carvalho Guajajara de Sousa; Erivan de Sousa Carvalho Guajajara 26 anos; Ezequiel Carlos Atanazio Guajajara 34 anos; Elizaldo de Sousa Carvalho Guajajara de 39 anos.
Foram apreendidos cerca de 2.300 kg de maconha (quase duas toneladas e meia); três veículos entre eles uma SW4 do cacique; cinco armas de fogo; duas prensas artesanais para embalar o entorpecente; balanças utilizadas nos crimes e demais objetos suspeitos.
Os conduzidos responderão pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, posse ilegal de arma de fogo.

Nenhum comentário: