Moto Legal

9 de junho de 2016

Estudantes de São Mateus comemoram entrega de escolas reconstruídas no município

“A escola tem o papel de ensinar o aluno e formá-lo cidadão. Com esse trabalho que foi realizado, temos uma estrutura para que a escola cumpra seu papel em nossas vidas”. Com essas palavras, o aluno José Dantas, que faz o 3º ano do ensino médio, falou sobre a reconstrução de sua escola, o Centro de Ensino Alves Cardoso. Dantas é um dos 2,5 mil estudantes que foram beneficiados em São Mateus, com a reconstrução de três escolas no município.

Os trabalhos fazem parte de um amplo programa de reconstrução de Unidades Estaduais de Ensino realizado pelo Governo do Maranhão. Nesta primeira etapa, foram inauguradas 30 escolas completamente reformadas, beneficiando 19 mil alunos da rede estadual maranhense. Outros 33 prédios espalhados por diversas regiões do estado também estão sendo reformados. Ao todo, cerca de 40 mil estudantes serão beneficiados.

Em São Mateus, que fica a 180 km da capital maranhense, os três Centros de Ensino, que a rede estadual possui no município, tiveram suas estruturas físicas completamente reformadas. Com telhados e pisos recuperados, instalações hidráulicas e elétricas renovadas, pintura das paredes, instalações de ar condicionados nas salas de aula, instalação de novos quadros, reforma e adequação de banheiros, troca de portas e de luminárias, instalação da subestação de energia elétrica, os C.E. São José, Luís Augusto Barros e Alves Cardoso totalmente reestruturados para atender os 2,5 mil alunos.

É o que conta Kenetty Anderson Campos Sousa, de 19 anos, ex-aluno que fez questão de acompanhar a inauguração da escola que estudou, o C.E. Luís Augusto Barros. “Saí há três anos daqui. No meu tempo, a escola era precária. Na época, chegávamos até a trazer ventiladores de casa, porque não conseguíamos assistir aula de tanto calor. Tudo que foi feito pela escola foi maravilhoso e a deixou mais bonita esteticamente, sem contar que estimula os alunos que antes davam desculpas para não frequentar a escola por causa do calor, a virem para a sala de aula”, enfatizou.

Eliane Barros, coordenadora pedagógica do CE Luís Augusto Barros, falou emocionada sobre a transformação realizada na escola que trabalha há 16 anos. Segundo ela, seu maior impacto foi ver piso no chão da escola, que antes era de cimento e repleto de buracos. “Esse momento era muito esperado. Há 33 anos essa escola foi inaugurada e neste período nunca houve alguém que olhasse por nós. A situação aqui era precária e preocupante. Os alunos já se sentiam desmotivados, por chegarem em um ambiente que não favorecia em nada. Foi um sonho que se concretizou agora com o governo Flávio Dino”, destacou a coordenadora.

Opinião também da estudante Vanessa Gabriele Batista Pereira, de 16 anos. “Há muito tempo esperávamos por este momento. A climatização nas salas de aula mudará muito nossa realidade, pois antes era muito quente e os ventiladores não eram suficientes para diminuir o calor”, disse a aluna que há sete anos estuda no C.E. Luís Augusto Barros.

A aluna do 3º ano do ensino médio no CE São José, Rosicleia Silva, 16 anos, informa que há tempos a comunidade escolar clamava pela reforma da escola. “Não tínhamos ventiladores, nossas cadeiras estavam quebradas. Não é só a gente que estuda agora que vem sofrendo com isso. Há mais de década os alunos já sofriam. Agora conseguimos a reforma, nossa escola está bela, e estamos conscientes que é nosso dever conservá-la, pois temos que guardá-la para os próximos que virão”, concluiu.

“O governador está fazendo o maior trabalho já visto em prol da educação deste estado. Recuperar nossas escolas é ter respeito com nossa educação, proporcionando a alunos, professores e toda a comunidade escolar espaços dignos para a aprendizagem”, enfatizou o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.

Histórico dos Centros de Ensino
C.E. São José – Inaugurado há 56 anos, o Centro de Ensino São José foi a primeira escola construída no município de São Mateus. A última reforma realizada na unidade foi no ano de 1997, e estava há 19 anos sem receber serviços em sua estrutura.

C.E. Alves Cardoso – Prestes a completar 50 anos de existência, a escola havia sido reformada pela última vez em 1993, e estava há 27 anos sem receber melhorias..
O secretário de Estado da Igualdade Racial, Gerson Pinheiro, que participou da inauguração, contou, muito emocionado, que estudou na escola. “Muita honra quando o governador me convidou para estar aqui com o secretário Felipe Camarão. Cheguei em São Mateus aos 6 anos e me sinto filho da cidade, porque foi aqui que aprendi a sonhar. O governo tem trabalhado muito nesse um ano e meio e não tem como não se emocionar com o trabalho que está sendo feito”, concluiu.

C.E. Luís Augusto Barros – Construída em 1983, a escola também encontrava-se há décadas sem reformas em sua estrutura física. “O governo Flávio Dino chegou para mudar a história do Maranhão. Em sua primeira visita a São Mateus, viu que nossas escolas estavam sucateadas e resolveu o problema. Não foram simples reformas, foram reconstruções que resultaram em novas escolas. E é de maneira grande que ele está pensando a educação, com iniciativas inéditas, como o Iema, que em breve teremos em nosso município”, enfatizou o prefeito de São Mateus, Hamilton Aragão.

Nenhum comentário: