Obras Mais Asfalto

30 de abril de 2016

Escolas municipais realizam ato de mobilização contra o mosquito Aedes Aegypti em São Mateus

Diversas escolas da rede municipal de ensino de São Mateus participaram na tarde desta sexta-feira (29) de uma mobilização pela principal avenida de São Mateus contra o mosquito Aedes aegypti, no decorrer do mês as escolas realizaram projetos pedagógicos sobre a temática, orientações para alunos, ciclo de palestras, além de outras atividades e na culminância do projeto realizaram uma grande caminhada. 

Pais, alunos, professores, secretários  e assessores de governo e a comunidade, foram as ruas com camisas padronizadas, cartazes, e com o auxilio de um mini-trio por onde passavam ao longo da Av. Antonio Pereira Aragão, davam informações sobre o combate ao perigoso mosquito, que além da dengue transmite a zika vírus e chikungunya.

"Buscamos sensibilizar e informar os transeuntes, comerciários, comerciantes e a população de modo em geral sobre os cuidados a serem tomados contra o Aedes Aegypti. Foi bastante proveitoso esse momento juntamente com as outras secretarias municipais como Meio Ambiente, Saúde, Assistência Social e Infraestrutura. Mas não para por aqui a luta continua. Façamos a nossa parte em nossas casa”, destacou a secretária de Educação, profª Telma Vieira.

De Brasília, o prefeito Miltinho por telefone comentou a ação, afirmando ser necessário o envolvimento de todos contra este mosquito, principalmente dos estudantes, como multiplicadores das informações.


“Nossos alunos, da rede pública municipal, serão os mobilizadores na comunidade onde estão inseridos, na luta contra o mosquito”, afirmou Miltinho.
De acordo com a secretária adjunta de Educação, Lucélia Martins, estas ações foram desenvolvidas para conscientizar os alunos quanto ao enfrentamento do mosquito Aedes Aegypti.
“Estivemos nas escolas, deste o pré, até o nono ano, trabalhando diversas estratégias metodológicas para conscientizar os nossos alunos sobre essa problemática que envolve toda a sociedade. Por isso temos consciência que a sociedade precisa se mobilizar para combater esse mosquito e as doenças por ele transmitidas", pontuou Lucélia.

Nenhum comentário: