Obras Mais Asfalto

13 de março de 2016

"Não tenho pretensão de ser candidato por nenhum outro partido, só serei candidato se for pelo PSB", afirma Bira do Pindaré

Durante a plenária do Diretório Estadual do PSB ocorrido na manhã de hoje (13), no Plenarinho da Assembleia Legislativa do Maranhão o deputado estadual, Bira do Pindaré, aproveitou para fazer uma análise de conjuntura do atual momento do partido, com ênfase aos acontecimentos em torno da sigla na capital, principalmente no que diz respeito às articulações de bastidores que vem sendo feitas de forma orquestrada pelo senador Roberto Rocha.

Bira relembrou o período em que foi praticamente expulso do PT/MA, e dos convites recebidos pelos vários partidos à época, e de suas razões pela qual escolheu o PSB maranhense.

“Escolhi o PSB, pela identidade, por questões ideológicas e pela história do partido” destacou. Bira também lembrou aos presentes como que nasceu a ideia de se lançar pré-candidato a prefeito da capital. “Não vim [para o PSB] para dividir, vim para somar, vim como um soldado do partido. Não pedi para ser candidato a prefeito em nenhum momento, mas ouvindo e discutido internamente no partido, se percebeu o clamor e o consenso de se ter uma candidatura própria do partido em São Luis, foi aí que declarei aceitar ser candidato a prefeito em São Luis [nas eleições de 2016]”, lembrou.

Quanto ao movimento de bastidores por parte do senador Roberto Rocha de tentar filiar Eliziane Gama (Rede) na capital e Ildon Maques (PMN) em Imperatriz, Bira classificou de orquestração e disse ter sido surpreendido.

“Agora a gente é surpreendida por essa orquestração, que parece não ter pai nem mãe, mas a gente sabe quem está por trás e quais são as razoes, que é muito além das fronteiras aqui do partido, estão querendo colocar em risco um projeto que lutamos a vida inteira  para construir, que são as mudanças no Estado do Maranhão agora liderada pelo Governador Flávio Dino, querem colocar em risco tudo aquilo que lutamos com tanta garra combatendo o modelo concentrador de poder e riqueza que sempre existiu no Maranhão, agora querem colocar em risco tudo isso em nome de interesse pessoais, particulares, de vaidades, das coisas mais mesquinhas que existe dentro do ser humano”, avaliou.

Em conversa que teve recentemente com Carlos Siqueira, presidente nacional do PSB, Bira reafirmou de sua pretensão de concorrer à prefeitura da capital pela sigla nas próximas eleições. E lamentou a forma como vem sendo trabalhada a pretensa filiação de Eliziane Gama à sigla e desafiou dizendo que ela não aceitará se filiar ao partido.

“Eu tenho a absoluta certeza que esta senhora não aceite vim para o partido, duvido que ela queira comprar esta briga comigo, eu não vou abrir mão, não tenho pretensão de ser candidato por nenhum outro partido, só serei candidato se for pelo PSB, e ela vai ter que disputar comigo dentro do partido [caso se filie na sigla] nas regras da democracia. Eu não vou sair do PSB. Não aceito que pisem nas nossas cabeças, não aceito ser tratado com deslealdade, não aceito ser tratado de maneira sorrateira, para passar rasteira nas pessoas, isso não aceito”, desabafou o deputado alegando que não irá se submeter a decisões arbitrárias numa clara referência ao senador Roberto Rocha.

“Eu não acredito que uma pessoa possa ser tão desleal, tão desrespeitosa a esse ponto de se quer falar comigo, até agora não me deu um telefonema sequer, eu não posso acreditar que a pessoa seja tão pequena, tão mesquinha desse jeito, por isso é que eu não acredito que ela vai aceitar essa filiação ao PSB. Agora se isso [filiação de Eliziane no PSB] se confirmar, podem ter certeza que não vou esconder de ninguém a minha decepção”, concluiu Bira.


Bira do Pindaré, é deputado estadual eleito pelo PSB, estava à frente da Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia, esta semana ele se desligou da pasta e volta para a Assembleia Legislativa, seu retorno está marcado para a próxima terça-feira (15).

Nenhum comentário: