SAÚDE

7 de janeiro de 2016

Motivada por ações do Governo do Estado, Maranhão entra na rota dos voos internacionais

Depois de seis anos sem operação, o Maranhão volta a ocupar lugar nas rotas de voos internacionais. A novidade foi anunciada nesta quarta-feira, pela secretária de Turismo do Maranhão, Delma Andrade, após reunião com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).
“Depois de quase um ano de negociações, a Fly Allways, empresa que já voa entre o Suriname e Caribe, atendeu a nosso pleito e iniciará suas operações no Maranhão. O Estado, que desde 2010 não recebe voos internacionais, terá, a partir de 22 de janeiro, o voo charter inaugural com frequência entre Paramaribo, capital do Suriname, e São Luís”, detalhou Delma Andrade.
A conquista do novo voo internacional foi motivada pelas ações de promoção do Maranhão, desenvolvidas durante todo ano passado pelo governo Flávio Dino, e, também, pela forte ligação entre o Suriname e o Maranhão. O Estado representa uma opção de turismo diferenciado para os surinameses e inicia uma nova ligação entre o Maranhão e países dos Estados Unidos e Europa, já que a empresa também tem voos para Republica Dominicana, Caribe, Cartagena, entre outros.
Para a secretária Delma Andrade, o novo voo reafirma o novo posicionamento do Maranhão para turismo internacional. “O Maranhão oferece destinos para todos os gostos. Lençóis Maranhenses, Patrimônio Histórico, cachoeiras, rios e praias são só algumas das opções que os turistas surinameses encontrarão por aqui. Sem falar que, unindo tudo isso, ainda temos a curta distância entre o Maranhão e o país como atrativo”, disse.
O voo inicial entre os dois destinos será realizado no dia 22 de janeiro, saindo de Paramaribo para São Luís, com chegada prevista para 10h30 da manhã, trazendo 60 passageiros entre jornalistas, agentes de viagem e formadores de opinião, que permanecerão no estado até às 11h do dia 25 de janeiro, quando o voo retorna para a Paramaribo.
Durante a estadia no Maranhão, os 60 passageiros conhecerão parte do potencial turístico que o Estado tem a oferecer, visitando pontos turísticos e conhecendo a cultura e a gastronomia local.
“Além de iniciarmos um novo momento para o turismo do Maranhão, a economia do Estado também será evidenciada, já que uma nova rota significa um novo mercado de turistas e mais movimento em hotéis, restaurantes, táxis e bares, consequentemente um aquecimento da economia local, gerando mais trabalho e renda para os maranhenses”, disse a gestora do turismo.

Nenhum comentário: