Moto Legal

22 de dezembro de 2015

Prefeito Miltinho participa de ato em defesa dos municípios maranhenses

Dezenas de prefeitos e prefeitas maranhenses realizaram nesta terça-feira (22), na BR–135, ato público em defesa dos municípios e de seus moradores e que objetivou, ainda, mostrar para a sociedade a situação de crise financeira instalada nas Prefeituras.
A mobilização inédita no estado aconteceu nas proximidades da Ponte do Estreito dos Mosquitos e também contou com a participação de outras lideranças políticas e comunitárias de várias cidades.
Durante cerca de quarenta minutos, os gestores, utilizando um mini trio, interditaram o trecho da rodovia federal.
Os discursos foram pautados na constante queda de recursos do Fundo de Participação dos Municípios, situação que está inviabilizando as administrações municipais; subfinanciamento dos programas federais; aumento no repasse dos valores unitários para manutenção da merenda escolar; readequação imediata do pacto federativo injusto imposto pela União; dentre outras.
De acordo com informações da Secretaria do Tesouro Nacional, as Prefeituras maranhenses encerrarão o ano de 2015 com um déficit de mais de R$ 195 milhões ocasionado pela queda de recursos do FPM. Já para janeiro de 2016, a previsão é de nova queda estimada em 17,2%.
“Nosso ato visou, tão somente, mostrar para a sociedade que o pacto federativo injusto está massacrando as cidades. Mostrar que, somente através da união dos prefeitos e dos demais agentes da classe política, será possível modificar essa realidade. Hoje, ao promovermos essa mobilização, demos exemplo de força, de união e de compromisso com o povo maranhense”, afirmou o prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim.
Avaliação semelhante fez o prefeito de Balsas, Rochinha. Segundo ele, devido as constantes perdas financeiras, muitas Prefeituras maranhenses não tiveram condições de, sequer, manter o salário do funcionalismo em dia.
“É no município que tudo acontece. E é justamente por isso que os municípios devem deixar de ser massacrados desta forma. O ato que promovemos hoje foi apenas o primeiro passo. A partir de janeiro, manteremos uma agenda permanente de diálogo e ações direcionadas para mostrar claramente a situação financeira difícil das Prefeituras e tentar mudar isso”, disse.
Para Miltinho Aragão, prefeito de São Mateus, é necessário que a sociedade entenda que os gestores, ao promover atos como o desta terça-feira, estão lutando a favor das cidades e de seus moradores.
“Hoje, foi um dia histórico. O dia que os prefeitos e prefeitas do Maranhão foram para a rua mostrar o que, de fato, está acontecendo nas finanças das Prefeituras. Continuaremos unidos e trabalhando para fortalecer o municipalismo em nosso Estado”.

Nenhum comentário: