Moto Legal

24 de junho de 2015

Com apoio das prefeituras de São Mateus e Ribeirão Preto, trabalhadores enganados em SP, já estão a caminho de casa

Os dois ônibus com os trabalhadores já está a caminha de São Mateus do Maranhão
Os trabalhadores do Maranhão, vitimas de golpe em Ribeirão Preto (SP) embarcaram na noite de ontem (23), para a cidade de São Mateus do Maranhão (180 km de São Luis).
Somente de São Mateus, são oitenta e oito trabalhadores, que juntamente com os demais foram abandonados, na madrugada de domingo (21), em um posto de combustíveis no quilômetro 320 da Anhanguera, em Ribeirão Preto (SP), após receberem uma proposta para trabalhar em obras de construção civil na cidade.
Ainda de acordo o Ministério Público do Trabalho do Maranhão, as prefeituras de Ribeirão Preto e São Mateus estão custeando as despesas de viagem, como alimentação, já as despesas com o transporte estão sendo bancadas pela empresa de ônibus e a esposa do suposto aliciador.
O MPT-MA abriu inquérito para investigar o caso. O responsável pela averiguação será o procurador Luciano Aragão, da Procuradoria do Trabalho de Bacabal.

O MA 2º lugar no fornecimento de mão de obra escrava
Dados do MPT-MA apontam que no Maranhão 1.641 trabalhadores foram aliciados, o que coloca o estado em 2º lugar no fornecimento de mão de obra escrava, atrás apenas de Minas Gerais.  Entre as atividades com maior incidência estão pecuária, construção civil, indústria madeireira, agricultura e carvão.

Nenhum comentário: