Moto Legal

18 de maio de 2015

Caminhada contra a exploração sexual de crianças e adolescentes é realizada em São Mateus

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes foi marcado em São Mateus por uma caminhada que contou com a participação de alunos, professores e pessoas da comunidade. Organizada pela secretaria de Assistência Social por meio do Creas, esta que é uma unidade pública e estatal, que oferta serviços especializados e continuados a famílias e indivíduos em situação de ameaça ou violação de direitos, a caminhada é parte da programação que se iniciou no dia 14, com uma atividade na escola Ayrton Senna.
Segundo o secretário de Assistência Social, Cleyton Ferreira, a ação desenvolvida nesta segunda-feira objetiva alertar sobre as violências que crianças e adolescentes sofrem todos os dias.  “É necessário que a sociedade denuncie todo e qualquer tipo de violência, para que assim possamos garantir os direitos das crianças e adolescentes” destacou.
Atualmente em São Mateus o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) coordenado pela Assistente Social, Conceição Sampaio, desenvolve um trabalho com uma qualidade antes nunca desenvolvida. Suas atividades são desenvolvidas de modo articuladas com a rede de serviços da assistência social, que envolve órgãos de defesa de direitos como Conselho Tutela, Ministério Público e das demais políticas públicas.
As secretarias de Educação, Saúde, Mulher, Juventude e Meio Ambiente, além do Ministério Público, Conselho Tutelar, Cras, Caps e Casa da Juventude, apoiaram as atividades realizadas.

18 de maio
O histórico desta data teve início em um 18 de maio de 1973, quando a menina Araceli, de 8 anos, de Vitória/ES, foi seqüestrada, espancada, violentada e assassinada e seu corpo encontrado seis dias depois. Os autores do crime, pertencentes a famílias influentes do Espírito Santo, jamais foram condenados. O silêncio da sociedade capixaba acabaria por decretar a impunidade dos criminosos.
Apesar da cobertura da mídia e do especial empenho de alguns jornalistas, O “Caso Araceli”, que ocorreu há mais de 40 anos, ficou sem solução.

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes vem manter viva a memória nacional, reafirmando a responsabilidade da sociedade brasileira em garantir os direitos de todas as crianças e adolescentes. Esse dia foi instituído pela Lei Federal 9.970/2000 que tem por objetivo mobilizar a sociedade brasileira e convocá-la para o engajamento no combate ao abuso sexual e a exploração sexual de crianças e adolescentes.

Nenhum comentário: