Moto Legal

20 de maio de 2015

Atividades do Caps marcam o Dia da Luta Antimanicomial em São Mateus

Na última segunda-feira, (18), Dia Nacional da Luta Antimanicomial, a Prefeitura de São Mateus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, iniciou as atividades da semana dedicada à essa data. A programação se estenderá pelos próximos dias, com diversas atividades sob a organização do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) coordenado por Rose Vieira.
O objetivo destas atividades é conscientizar a população de que as clinicas  não é o melhor local para tratamento de pessoas que sofrem com transtornos mentais decorrentes de álcool e outras drogas e informar que os Caps foram criados para descentralizar esse tipo de atendimento, do mesmo modo como vem ocorrendo em São Mateus, onde o Centro de Atenção Psicossocial vem prestando um relevante serviço à comunidade.

O Dia Nacional da Luta Antimanicomial foi instituído após profissionais da saúde mental, cansados do tratamento desumano e cruel dado a usuários do sistema de saúde mental, organizarem o primeiro manifesto público a favor da extinção dos manicômios durante o II Congresso Nacional de Trabalhadores da Saúde Mental realizado em 1987, na cidade de Bauru/SP. Naquela manifestação, nasceu o Movimento Antimanicomial.
As primeiras atividade alusiva ao dia 18 de maio em São Mateus, foram realizadas em um espaço aberto, no centro da cidade, mas precisamente em frente a escola Vinólia Curvina, palestras informativas e exposições de objetos fabricados artesanalmente pelos usuários do Caps fizeram parte da programação.
Enfermeiros, psiquiatras, assistentes sociais, terapeutas e tecnicos de enfermagens que trabalhao no Caps participaram da ação que contou ainda com a participação da comunidade.

Nenhum comentário: