Obras Mais Asfalto

5 de março de 2015

Secretário de Agricultura de São Mateus se reúne com o Secretário de Agricultura e Pecuária do Estado

Secretário Adj. Antonio Miranda, Secretario Clóvis, Secretário de Estado Márcio Honaiser
e o Tec. em Agropecuária Romildo
O Secretário de Agricultura e Pesca da Prefeitura de São Mateus, Clovis Bernadi esteve na tarde de hoje (5) acompanhado do seu secretário adjunto Antonio Miranda e do Técnico em Agropecuária Romildo em uma audiência com o Secretaria de Estado da Agricultura e Pecuária Márcio Honaiser.
Na pauta, discussões sobre melhorias para a implementação das ações da SAGRIMA em São Mateus do Maranhão como também a nomeação do novo gestor do projeto Salangô, solicitação de sementes (arroz, milho e feijão), kits de irrigação e maquinário para atender os agricultores são-mateuenses.
"Viemos aqui trazer nossas reivindicações, pois acreditamos que com o novo Governo Estadual, nossas demandas serão atendidas e assim, seremos beneficiados com aqueles benefícios que no passado não nos contemplaram".
A discussão sobre o Projeto Irrigação Salangô foi um dos temas mais tratados na audiência, para o Secretário Márcio Honaiser, é uma determinação do Governador Flávio Dino, prioridade no tratamento para a revitalização do projeto. "O projeto Salangô é agora uma prioridade do Governo Estadual, daí portanto paralelo a esta audiência, uma equipe técnica da nossa secretaria estar em São Mateus, construindo a minuta técnica do projeto, com isso teremos uma maior precisão sobre a situação atual do empreendimento, da mata ciliar e da revitalização do Salangô" disse Honaiser
O secretário também garantiu uma patrulha mecanizada para a Prefeitura de São Mateus e ainda destacou a perseverança e persistência do Prefeito Miltinho Aragão (PSB) em buscar soluções para a revitalização do Salangô. Vale ressaltar que desde sua construção a mais de duas décadas, nunca o projeto esteve tanto em evidencia, como agora na gestão do Governador Flávio Dino, isso, fruto da nova parceria entre a Prefeitura e o Governo do Estado.

Nenhum comentário: