Obras Mais Asfalto

2 de março de 2015

Inaugurada em dezembro Via Expressa em menos de 3 meses

Jeisael Marx - Inaugurada a segunda etapa no início de dezembro, a Via Expressa nunca ficou pronta de verdade. A obra foi entregue às pressas por Roseana Sarney antes de abandonar o governo, e já apresentava defeitos. Agora, menos de 3 meses depois, a via está interditada. O asfalto cedeu de um lado a outro, nas três pistas do sentido Maranhão Novo/Jaracaty, na altura do bairro Vinhais Velho, próximo ao cemitério.
Há cerca de uma semana, o asfalto já havia cedido na primeira pista. Com as chuvas dos últimos dias, o problema se agravou, e na manhã desta segunda-feira (02), a via foi interditada, forçando os motorista a pegar um desvio, que, na verdade, seria um dos braços da Via Expressa que não foi concluído.
Não precisa ser especialista para perceber o que ocasionou o problema. O asfalto cedeu exatamente no local por onde passa a tubulação de escoamento, e pode, inclusive, atingir o lado oposto. Com a obra sem conclusão, a água, que deveria seguir pelas caixas de coletas, deve ter se infiltrado pelas laterais da parede e da tubulação. Sem tampas, as caixas também representam um grande perigo para moradores e pedestres que passam pelo local.
As cabeceiras das pontes também apresentam problemas. Os motorista são pegos de surpresa pelos buracos ao fim da travessia e pelos desníveis no acesso e durante o trajeto pelas pontes.
Uma obra anunciada como a “salvação” para os problemas do trânsito da região entre Jaracaty e Maranhão novo, mostra-se agora como símbolo da incompetência e do descaso da ex-governadora Roseana Sarney, que “inaugurou” a obra apenas para constar como sendo sua, sem ter a menor responsabilidade com a segurança de quem trafegaria pela avenida.
Cheia de polêmicas desde o início, a Via Expressa consumiu mais dinheiro do que deveria, em razão de erros de projeto e de defeitos, a exemplo de uma ponte que cedeu e até hoje apresenta problemas.

Fonte: jeisael.com

Nenhum comentário: