Antes não tinha, agora tem!

26 de março de 2015

Governador Flávio Dino anuncia retomada do Projeto Salangô em São Mateus

Flávio Dino anuncia retomada do Projeto Salango pelo Governo do Estado
O Projeto de Irrigação Salangô, será reativado no Estado por determinação do Governador Flávio Dino. O anuncio foi feito durante cerimônia de entrega de 20 patrulhas mecanizadas à municípios maranhenses, na manhã desta quinta-feira (26) no Palácio Henrique de La Roque na capital maranhense.
O Governador ressaltou a importância econômica e social que representa o Salangô para o Maranhão e garantiu que o projeto será retomado pelo Governo Estado.
“Quero garantir ao amigo e prefeito Miltinho de São Mateus e ao povo do Maranhão que iremos retomar o Projeto Salangô com recursos do Estado, fato que contribuirá com o melhoramento de nossos indicadores, e a partir de São Mateus o exemplo ao Brasil com o aumento da produção em perímetro irrigado, tornando nosso Estado produtor e exportador de grãos, como o arroz, que produzido em São Mateus poderá ser exportado e vendido para Cuba por exemplo, país que hoje compra arroz do Rio Grande do Sul", destacou.
O Governador ainda destacou a persistência do prefeito e a atuação da prefeitura que desde o inicio da atual gestão trabalha no propósito de garantir a revitalização deste importante projeto que estava abandonado a duas décadas.
Abandonado a 20 anos, Salango será retomado pelo Governo do Estado
O projeto de irrigação Salangô
Localizado em São Mateus do Maranhão, o Projeto Salangô foi iniciado em 1993, no primeiro mandato de Roseana Sarney, com um volume significativo de recursos da União e contrapartida do governo do Estado, com o objetivo de produzir arroz irrigado, frutas e hortaliças. Tem uma área total de 3.200 hectares, com 2.443 hectares beneficiados e considerados aptos para a ocupação econômica. O empreendimento foi concebido para operar com vários sistemas de irrigação, divido em setores, e beneficiar cerca de 400 famílias de agricultores familiares distribuídas em várias associações.
Planejado para ser o maior projeto de irrigação do Estado do Maranhão, o Salangô ainda no início de sua construção, foi tomado pela corrupção e desvios de recursos. Dados colhidos pelo Tribunal de Contas da União (TCU), Ministério Público e pela Corregedoria Geral do Estado mostram que o rombo chegou à estrondosa quantia de quase 70 milhões de reais, valor liberado para o projeto.

Nenhum comentário: