Moto Legal

9 de novembro de 2014

Três hocídios registrados neste domingo em São Luis

Dr. Luiz Alfredo Guterres, morto ao reagir ao assalto
O cirurgião geral e diretor do Hospital Tarquínio Lopes Filho, o Hospital Geral, Dr. Luiz Alfredo Guterres, foi morto na manhã de hoje (9) ao reagir num assalto à sua residência, localizado no Jardim Eldorado, região do Turu, em São Luís. Segundo informações, ao chegar em casa, o médico percebeu a chegada dos assaltantes e fechou o portão, mas os elementos o arrombaram. Três dos assaltantes imobilizaram o médico, enquanto outro subiu até os quartos. Vendo que o bandido apontava uma arma para o filho, o médico reagiu e foi alvejado.

O segundo homicídio do dia, este com características de execução, aconteceu dentro de um salão de beleza, localizado na feira da Cohab. No momento em que estava sentado, a vítima (não identificada pelo blog) foi surpreendida pelo assassino que, sem conversa, disparou ao menos três tiros segundo informações de populares.
“Foi um momento de pânico. O assassino já chegou apontando a arma e disparando contra o rapaz que estava cortando o cabelo”, disse uma das pessoas que estava no local no momento do crime.
Vítima foi morta enquanto cortava o cabelo
O terceiro homicídio registrado neste domingo foi de um homem executado com cinco tiros no início da tarde, no bairro Vila Palmeira. De acordo com informações da Polícia Militar, a vítima foi identificada como Frank Barros Amaral, de 42 anos. O crime aconteceu próximo à ponte sobre o Rio Anil, que liga o bairro Bequimão à Vila Palmeira. Segundo o tenente Sousa, do 9º Batalhão de Polícia Militar (BPM), o autor do crime fugiu do local e os vizinhos, que testemunharam homicídio, não detalharam a ocorrência por receio de sofrer represália. A PM informou, também, que a vítima tem passagem pela Polícia e estava em liberdade há pouco tempo.

Nenhum comentário: