Moto Legal

20 de novembro de 2014

Fiscal da Sefaz assassinado investigava máfia que atua no setor de atacado em São Luís

José Gomes Saraiva foi executado dentro do veículo da Sefaz
Do blog do Raimundo Garrone - O servidor da Secretaria da Fazenda, José de Ribamar Gomes Saraiva, que foi executado ontem em São Luís, estava investigando as ações de uma verdadeira máfia que age na venda por atacado em São Luís.
Ontem depois de receber a informação do Posto Fiscal da Estiva, Saraiva resolveu seguir um caminhão que estaria levando uma carga, de açucar ou arroz, para endereço diferente do especificado na nota fiscal.
A entrega de cargas em endereço diverso ao da nota permite a sua revenda sem nota fiscal, incorrendo na sonegação do ICMS.
Fonte da SEFAZ disse ao blog que existe vários grupos em São Luís que praticam esse tipo de fraude.
Após o assassinato, os pistoleiros que fugiram em um veículo Strada preto levaram documentos e uma pasta que estava no carro do fiscal assassinado.
A Polícia investiga a possibilidade do crime ter ligação com as empresas envolvidas no esquema descoberto por Saraiva.

Nenhum comentário: