18 de setembro de 2014

A mesma que vigia os presos em Pedrinhas: MPF vai investigar contratação de empresa de aliado de Sarney para gerir urnas eletrônicas

Jorge Murad, Luiz Carlos Cantanhede e Roseana Sarney: ligações perigosas
Jorge Murad, Luiz Carlos Cantanhede e Roseana Sarney: ligações perigosas
O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA) instaurou procedimento para investigar o processo licitatório realizado pelo Tribunal Regional Eleitoral no Maranhão (TRE/MA) para gestão das urnas eletrônicas nas eleições de 2014, que teve como vencedor a empresa Atlântica Serviços Gerais Ltda.
No intuito de esclarecer os fatos e apurar as denúncias noticiadas na imprensa, o procurador da República José Raimundo Leite Filho informou ao TRE/MA que instaurou o procedimento e pediu cópia integral do processo licitatório e do contrato administrativo que atribuiu à empresa Atlântica a gestão das urnas eletrônicas no Maranhão. E, ainda, notificou a empresa para que, no prazo de dez dias, se manifeste sobre a denúncia.
A Atlântica é de propriedade de Luiz Carlos Cantanhede, amigo pessoal da família Sarney. Em 2002, quando Roseana era pré-candidata à Presidência pelo então PFL e a uma operação da Polícia Federal encontrou R$ 1,3 milhão na empresa Lunus, de Jorge Murad e Roseana Sarney, ele forneceu uma das oito versões para a origem do dinheiro.

Nenhum comentário: