Moto Legal

13 de maio de 2014

Apoio do PSDB a Flávio Dino confirma fortalecimento da Frente Ampla das oposições no Maranhão

União pela mudança
Com a declaração oficial de apoio do PSDB e de lideranças tucanas no Estado do Maranhão a pré-candidatura de Flávio Dino, o PCdoB consegue aglutinar as mais diversas correntes políticas das oposição em torno do nome do ex-presidente da Embratur que é líder das pesquisas de intenção de voto.

União pela mudança II
Antes do PSDB, o PPS  já tinha manifestado apoio a pré-candidatura de Flávio Dino que também já conta com  a adesão do PSB e do PDT. O palanque da frente ampla das oposições deixa ainda mais embaralhada a estratégia do grupo Sarney que não conseguiu obter êxito na tentativa de separar as lideranças oposicionistas.

União pela Mudança III
A simpatia de todos os presidenciáveis pela pré-candidatura de Flávio Dino, reforçada com a vinda de Aécio Neve em São Luís, indica que o estado do Maranhão deve repetir a situação do Acre, onde PT e PSDB, nacionalmente adversários, somaram forças no palanque das oposições naquele estado.

Missão Impossível
Os marqueteiros de Edinho Lobão ficam em pânico todas as vezes que o pré-candidato do PMDB faz uma declaração à imprensa. Depois da polêmica entrevista divulgada na Rádio Mirante, onde afirma que vai pagar por denúncias contra Flávio Dino, o pré-candidato que já disse ter temido a chegada do PT ao comando do país, e declarou ao jornal “ O Estado de São Paulo” que era contra o Bolsa Família.

Missão Impossível II
As declarações de Edinho Lobão contradizem o discurso que ele faz de aproximação do PT maranhense, inclusive acenando com a vaga de vice para o PT. As origens no DEM, legenda que faz ferrenha oposição ao PT, desde o primeiro mandato de Lula e segue na mesma linha agora no governo de Dilma, se manifestam de forma latente nas entrevistas de Edinho Lobão.

Crise sem fim
O aumento das divergências entre Arnaldo Melo e Gastão Vieira que travam uma briga de foice pela indicação para concorrer ao Senado, representando o grupo Sarney, mostram que a união do grupo é algo cada vez mais complicado, e, em um período eleitoral, tal situação tem preocupado os políticos que fazem parte do grupo. A frase “tempo de murici, cada um por si”, é cada vez mais uma palavra de ordem que vai se consolidando entre os aliados do Palácio dos Leões.

Do Portal Maranhão da Gente

Nenhum comentário: