Antes não tinha, agora tem!

15 de janeiro de 2014

Ameaça: Presos defendem a saída da Governadora do Estado, caso contrário uma rebelião geral irá acontecer.

roseana-sarney--pmdb---governadora-do-ma-e-candidata-a-reeleicao-1364911025353_300x300Ao falar ao vivo diretamente do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, em entrevista, nesta terça-feira (14), ao programa do radialista Silvan Alves, na rádio Difusora AM, um preso, que não quis se identificar, disse que a governadora Roseana Sarney (PMDB) ordenou que presos, de facções rivais, fossem colocados juntos para que houvesse chacina entre detentos no presídio.
“A ordem dela é pra jogar nos blocos pra se matarem. A Roseana Sarney não está ligando para ninguém, quer saber é dela. Então tem que tirar é essa mulher daí. Uns e outros cabras que ficam correndo com ela”, disse, por telefone, o preso, que reclamou da comida servida em Pedrinhas e do tratamento ruim da Polícia Militar e da Força Nacional à parentes de presidiários durante as visitas.
Em nome dos outros presos, ele pediu a presença, em Pedrinhas, do juiz auxiliar da presidência do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) Douglas Martins, responsável pelo relatório sobre a situação do Complexo Penitenciário de Pedrinhas e do presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB-MA, o advogado Luís Antônio Pedrosa para que seja relatada a situação da penitenciária aos dois.
Caso não sejam tomadas providências, garante que haverá uma rebelião geral. “Se não vier o doutor Douglas ou o doutor Antônio Pedrosa pra conversar com nós presos aqui, nós vamos é quebrar geral, quebrar é tudo. Vai quebrar é todas as cadeias geral. Vamos entrar em contato com as outras cadeias e o bagulho vai ficar é doido”, ameaçou o bandido, ao finalizar os mais de dez minutos de conversa, por celular, com a emissora de rádio.
Acompanhe o Blog SÃO MATEUS EM OFF também pelo Portal 180graus, pela Central de Notícias, pelo Portal Tribuna do Maranhão e pelo Facebook.

Nenhum comentário: