Antes não tinha, agora tem!

29 de dezembro de 2013

Um tiro no próprio pé: vice-prefeito Rogério Garcia anuncia rompimento com o governo municipal e sai atacando quem viu pela frente



Vice-prefeito reclama da falta de privilégios, rompe com o governo e mostra seu ódio à famílias tradicionais da cidade

Para mim não foi nenhuma surpresa o anuncio dado pelo próprio vice-prefeito da cidade de que estaria rompendo com o governo, isso não foi novidade dado ao total despreparo e falta de equilíbrio emocional e político que muito falta no Rogério.

Se não vejamos, enquanto a humanidade vive um momento de confraternização, dado a passagem de natal e as proximidades da chegada do ano novo, onde ficamos mais sensíveis ao próximo, o Rogério Garcia que ainda tem coragem pra dizer que é um homem de Deus, aproveitou para de público externar o seu ódio para com famílias tradicionais da cidade, que ao contrário dele, tem história que orgulha nossa cidade, pois são pessoas que sempre viveram aqui participando ativamente da história desta cidade que no mínimo deveriam ser respeitadas, pois não chegaram aqui em nossa cidade de paraquedas, muito menos realizaram benefícios com fins eleitoreiros.

Rogério se achando “o homem de Deus’’ sem pudor e respeito atacou a família Boueres que desde o início da fundação de nossa cidade teve participação na política, no comercio e na vida social de nosso povo, em um total despreparo antes nunca visto por um político, saiu destilando seu veneno raivoso contra o Henrique Boueres, filho do saudoso Sr. Maninho que a poucos dias nos deixou e que sendo morador do bairro Piqui muito contribui com nossa história, a este ainda fez a seguinte indagação: "... quem é esse Henrique?" (só sendo mesmo alguém que não conhece nossa cidade e tomado pelo ódio para fazer uma indagação desta), ainda atacou Cássio Boeres e Soliene Boueres, o primeiro é comerciante bem sucedido e atualmente secretário municipal de administração, finanças e planejamento da cidade e a segunda é vereadora já em seu terceiro mandato, ambos, são filhos de uma das figuras mais ilustres da cidade que é o senhor Adolfo, morador na Avenida Piqui que já exerceu o cargo de vereador presidente da Câmara e ainda vice-prefeito de São Mateus, não satisfeito, saiu atacando Ana Paula e a Alda Miranda Aragão, que mesmo tendo o sobrenome igual ao do prefeito não tem nenhum grau de parentesco, atacou Jr. Lucena um jovem que saiu da base da Igreja Católica e que já exerceu o cargo de vereador e que assim como os anteriores é um são-mateuense nato, ainda muito zangado continuou atacando o vereador Gessé Soares outro parlamentar que já tem em seu currículo vários mandatos e a cada nova eleição é um dos mais votados na cidade sem contar que é uma outra família tradicional da cidade que muito orgulha nossa história por serem colaboradores no desenvolvimento agrícola de São Mateus, sem contar que este já exerceu o cargo de professor no antigo SESC onde hoje está sendo edificado o prédio do TRE  a atualmente é um dos contadores contábeis mais experientes de São Mateus, atacou o vereador Gilvan Moreno ainda descontrolado apontou sua 'metralhadora' para o universitário estudante de jornalismo Jonatas Carlos que vem sendo uma revelação no jornalismo como blogueiro e repórter com colunas escritas em portais nos Estados do Maranhão, Piauí e DF e tem suas notícias veiculadas em mais de 80 rádios comunitários no interior do Maranhão através da Central de Noticias, filho de uma família humilde que chegou nos anos 70 em São Mateus tendo como mãe a conhecida senhora Vicentina uma das fundadoras do PSB em São Mateus, líder sindical  a mais de 30 anos e que tem uma história que causa inveja ao próprio Rogério Garcia.

Sem uma justificativa convincente Rogério Garcia afirmou em alto e bom som que contra estes acima tem todas as armas possíveis de se imaginar para derrotá-los, fato que por se só configura além de ameaça, além de um total despreparo.

No entanto não poupou críticas ao prefeito a quem dia desses chamava de 'meu prefeito', porém em meio à entrevista deixou claro que abandonou o governo por não ter seus caprichos pessoais com dinheiro público, atendidos e culpou os citados acima por impedir que o Prefeito Miltinho Aragão lhe rendesse tais regalias como, por exemplo, uma cota de combustíveis para uso pessoal como o mesmo citou.

Mas voltando ao inicio da conversa, quando citei que para mim não foi nenhuma surpresa a saída do Rogério do Governo, o que mais me chamou a atenção foi a música que abriu a entrevista, uma canção na voz de Leandro e Leonardo que entre outras frases cita: "Eu não sei mesmo quem sou, nesta falta de carinho, por não ter um grande amor, aprendi a ser sozinho... pra onde o vento me levar..." e de fato foi essa a mensagem passada ontem pelo vice-prefeito no momento em que anunciou o rompimento com o governo municipal.

Acompanhe o Blog SÃO MATEUS EM OFF também pelo Portal 180graus, pela Central de Notícias, pelo Portal Tribuna do Maranhão e pelo Facebook.

Nenhum comentário: