Moto Legal

5 de agosto de 2013

Genilson Alves sai do armário e lança jornal.

Embora a imagem peque pela qualidade, mostra o abraço dos neo-amigos Genilson e Rovélio.

O candidato derrotado nas últimas eleições com quase oito mil votos de diferença, Genilson Alves, reapareceu na cidade lançando ou relançando o jornal Folha 13, com críticas ao governo municipal, rebatizado de São Mateus em Debate, o jornalzinho mudou o nome, mas não mudou a forma. A estrela, por exemplo, continua na impressão mais ao invés do 13 ao centro como foi no passado, agora apareceu SMD, a estrela está desbotada, perdeu o vermelho e sem a ostentação do 13 que num passado recente o petista derrotado tinha o maior orgulho.

Antes, o jornalzinho trazia nome e sobrenome de quem era o responsável pela sua editoração, agora, preferiu o anonimato, limitando a fazer menção a um suposto jornalista astronauta, de nome Armstrong Gomes, sem qualquer registro profissional, provavelmente um astronauta mesmo, ou seja, apenas um pseudônimo criado para se esconder e não arcar com as responsabilidades diante de tantas inverdades nas informações do jornal apócrifo, que depois se ser lançado como sendo um jornal, passou a ser jornalzinho, mas de fato tem todas as características de um jornaleco.

Há exemplo dos mutuados de informações vazias e inconsistentes, vê-se a matéria da capa, onde informa que o Município recebeu 30 milhões em apenas 7 meses, nos dados apresentados aproximadamente 8 milhões são só do programa Bolsa Família, ora, Bolsa família é um benefício recebido por pessoas do povo, gente humilde, e é um dinheiro que cai direto em suas respectivas contas, ou seja, não é o Prefeito da cidade que recebe este recurso para gerenciar, pelo contrário ele apenas ajuda as pessoas a receber, coordenando o programa, assim, o ex-candidato petista mata em credibilidade o seu jornal SMD, outra inverdade flagrada no mar de mentiras do jornalzinho é a de que o Município recebeu mais de 3 milhões só para Saúde, sem explicar onde e como o Município recebeu estes recursos, pois não confere com a realidade, talvez pelo fato dele não saber que são muitos os programas de saúde como o PSF, Agente Comunitário de Saúde, Agente de Endemias e outros, que possuem receitas próprias e obrigações específicas, enquanto que os recursos propriamente dito para aplicação em Saúde Hospitalar, como tentou sem sucesso passar o jornalzinho, o Município recebe apenas 142 mil reais mensais, mas o mais curioso é que nem a fonte de tal informação foi expressada, o que jamais alcança o patamar de 3 milhões em 7 meses declarados pelo ex-candidato.

Com estas informações desencontradas e descontroladas do SMD/Folha 13, servem tão somente para desmoralizar o sentido do jornalzinho no seu nascedouro, especialmente por ser assinado por alguém que mais lembra a lua ou uma viagem planetária, Sr. Armstrong, depondo ainda mais contra a imagem construída por este jovem jornalista e auxiliar de protocolo em uma repartição do Estado que parecia ter futuro na política local, mas que tropeçou, dançou, vacilou e se confundiu na sua própria identidade, pois o que escreve e o que fala não se confirmam com a prática, prova disso aconteceu nas últimas eleições, o que dispensa qualquer tipo de comentários, pois todos que o conhecem sabem o que aconteceu. Na política assim como na vida uma vez perdida a credibilidade muito difícil é a recuperação e não adianta escrever jornalzinho, porque tal atitude mais parece historia de carochinha e isso não convence mais ninguém.

Acompanhe o Blog SÃO MATEUS EM OFF também pelo Portal 180graus, pela Central de Nocíticas, pelo Portal Tribuna do Maranhão e pelo Facebook.

Nenhum comentário: