Obras Mais Asfalto

26 de abril de 2013

Caso Décio Sá : Cutrim diz que é vítima de linchamento moral do Sistema Mirante


O ex-secretário de Segurança Pública do Estado, deputado Raimundo Cutrim (PSD), num duro pronunciamento nesta manhã de quinta-feira (25), acusou o Sistema de Mirante de Comunicação, de propriedade da família da governadora Roseana Sarney (PMDB),  de promover uma campanha de linchamento moral contra ele ao tentar associá-lo a crimes de grilagem, agiotagem e de participação no assassinato do jornalista Décio Sá.
O parlamenta, que integra a base aliada ao governo, condenou a matéria exibida pela TV Mirante, acusou a emissora de faltar com a verdade, classificou a reportagem de requentada, mentirosa e caluniosa e perguntou ao plenário: “O que foi que eu fiz de mal para esse povo (grupo Sarney)? O mal que fiz foi a mim mesmo por ter passado 12 anos prendendo bandidos para eles”, disse numa referência ao tempo em que serviu como secretário e desencadeou uma verdadeira cruzada contra o crime organizado no estado.
Cutrim aproveitou sua presença na tribuna para defender a constituição de CPI para investigar crimes de agiotagem no Maranhão e mandar um recado direto a quem ele acusa de promover campanha de linchamento moral contra ele junto ao eleitorado (Sistema Mirante).
“Essa cabeça aqui tem muita informação, é bom lembrar que eu passei 12 anos como secretário e sei como ir buscar as coisas (informação), não existe um instrumento melhor para saber, até se aqui no plenário tem algum deputado envolvido com agiotagem, é uma Comissão Parlamentar de Inquérito”, defendeu Cutrim.

Do blog do Raimundo Garrone

Nenhum comentário: