Moto Legal

2 de fevereiro de 2013

Mesmo o ex-prefeito não ter deixado informações sobre a folha de pagamento, a nova administração paga salários em dia.

Mesmo sem ter recebido da antiga administração qualquer informação acerca da folha de pagamento, a nova administração municipal conseguiu em tempo realizar o pagamento dos servidores efetivos de São Mateus no dia de ontem (31).

Por Jonatas Carlos

‘Funcionários’ ligados ao ex-prefeito no dia 31 de dezembro de 2012, último dia do seu mandato, realizaram uma verdade faxina nas repartições públicas, e como disfarce queimaram uma série de documentos importantes da administração públicas, alguns documentos queimados eram assinado pelo próprio ex-prefeito, no bolo de documentos queimados havia várias folhas de pagamento dos servidores e pasmem, tudo isso foi queimado à luz do dia e até recibo de pagamento ao filho do ex-prefeito foi encontrado em chamas, tudo, pra dificultar o início do novo governo a ser administrado por Miltinho Aragão, mas mesmo com esta tentativa de boicote no pagamento dos servidores municipais, a nova administração conseguiu efetuar o pagamento dos servidores, o que demonstra maturidade e comprometido do novo prefeito em pagar em dias o funcionalismo.

Para isso, o novo prefeito cuidou logo de realizar uma força tarefa a fim de recadastrar todos os servidores municipais efetivos, com o objetivo de se saber onde cada funcionário estava lotado e através de cópias dos contracheques, saber qual era os valores dos salários pagos, pois como disse antes, o ex-prefeito não deixou nenhum dado sobre a folha de pagamento inclusive saiu do mandato deixando centenas de funcionários com salários atrasados. A medida foi tomada pelo fato da nova equipe de governo não ter localizado muitos servidores em seus locais de origem e cujas atribuições seriam desconhecidas, ou seja, havia um descontrole total por parte da antiga administração quanto à presença de muitos servidores nos locais de trabalho.
Por telefone o prefeito Miltinho falou sobre diversas irregularidades encontradas por sua equipe quanto ao pagamento de servidores, “muitos ‘servidores’ recebiam sem comparecer ao trabalho”.

“Vamos realizar uma auditoria completa na folha de pagamento, observando todos os convênios e dados financeiros, bem como a real situação do IPAM, repactuando contratos e revendo valores e este trabalho já começou”, afirmou o prefeito (foto ao lado), garantindo ter se deparado com ‘um descontrole de nomeações’.

O prefeito ainda se reportou à dificuldade de a Prefeitura dar andamento a convênios com a Caixa Econômica, como é o caso de obras como a do Ginásio do Bairro Ayrton Senna e a quadra de Esporte do Povoado Barro Preto (ambas as obras estão paralisadas a mais de quatro anos).

“Sei que não vamos resolver os problemas deixados pelo ex-prefeito e sua equipe da noite pro dia. Praticamente todos os convênios com a Caixa estão paralisados. Falta, por exemplo, prestação de contas. Mas retomamos o diálogo com a Caixa Econômica nesta viagem que fiz a Brasília no encontro dos novos prefeitos”, lembrou Miltinho.

Tive a informação que a maioria absoluta dos prestadores de serviço não tinha contrato, nem controle, daí podemos afirmar que o raio-x levado de dentro do hospital, pode ser do município. Nenhum documento dando a origem deste raio-x foi encontrado. Há indícios, porém de que as licitações feitas durante o mandato do ex-prefeito eram forjadas. Só pra se ter uma idéia, até as máquinas impressoras eram alugadas.

Nenhum comentário: