Obras Mais Asfalto

3 de janeiro de 2013

Miltinho Aragão assume mandato com ampla maioria na Câmara Municipal

Quase sem oposição, Miltinho e Rogério são tomam posse de uma das cidade mais 'acabadas' do Maranhão.

O novo prefeito de São Mateus do Maranhão, Miltinho Aragão (PSB), foi empossado  na última terça-feira (01) pela Câmara Municipal, em situação de conforto político, pois 1, 2, 3 ou 4 vereadores irão fazer oposição ao seu governo dos 13 eleitos.
Miltinho em seu discurso histórico aproveitou para falar de diversos momentos, dentre os de destaque sua trajetória política e as mazelas do antigo governo.

Confira na íntegra o discurso do prefeito Miltinho Aragão:

Miltinho Aragão assina termo de posse

Queridos amigos e amigas de São Mateus, hoje é um dia memorável, será eterno para mim, o dia em que me dirijo pela primeira vez ao povo da cidade em que nasci como Prefeito empossado, como o Prefeito de todos, obrigado Deus, vencemos, valeu a pena lutar, sou agora o Prefeito de todos os 40 mil habitantes dessa terrinha que tanto amo, para não esquecer momentos que julgo por demais importante preferi escrever este discurso ao invés de falá-lo ao improviso como sempre o fiz. Foram 20 anos de intensa batalha, exemplo para os que desistem na primeira barreira em que encontra, nunca desista dos seus sonhos, obstáculos existem é para serem ultrapassados. Hoje tenho ainda mais certeza de que valeu acreditar na vitória e buscá-la sem temor e/ou ameaças, sem deixar ser contaminado por frases desalentadoras do tipo, derrotado, perdedor, Doutor peleja, nada disso, eu percebi a estratégia, era atentativa de me fazer parar, mas eu sabia o que queria, as vozes da superação eram sempre mais, o bem sempre vence o mal, ecoavam na minha cabeça palavras que me faziam seguir em frente, em sua imensa maioria vindas de pessoas tão simples, de extrema humildade e bondade, sei que nunca fui um derrotado como queriam impor como verdade, sei que jamais fui um perdedor, pois nunca perdi a vontade de seguir adiante, nunca perdi a vontade de lutar pelos mais humildes, sempre acreditei que deveria continuar minha sina para um dia contribuir com a minha cidade, perdi eleições nunca a dignidade, bem diferente dos que tentaram me desestimular. A estrada foi longa, nabagagem, construímos sonhos, trouxemos companheiros para a trincheira de batalha, influenciamos gerações, milhares vieram a participar do sonho coletivo, no início, em 1992, foram 1036 amigos eleitores, em 1996 foram 2835, mais que dobrou de uma eleição para outra, em 2004 foram 5.534, a dobra da dobra, em 2008, a dobra da dobra, números incríveis em se tratando de eleição para eleição, 9.964 votos, essa foi à vitamina que sempre me moveu e não me fez parar, essa vitamina tem nome, o povo desta cidade, agora, foram12.622 votos, 12.622 homens e mulheres sonhando o mesmo sonho, aproximadamente 08 mil votos só de diferença, uma vitória inquestionável, histórica, muitos ficaram pelo caminho, alguns não acreditaram e desertaram, alguns procuraram caminhos tortuosos e se perderam, alguns subiram para o andar de cima e estão pertinho de Deus, quero homenagear estes queridos amigos que se foram nas pessoas dos inesquecíveis Antonio Aragão, de Bernardino e sua companheira Divina, de Chico Truco, Sr. Egídio, Tio Dó, Valdeci da Melodisc, Padre Cláudio Bergamaschi, onde vocêsestiverem, nos ajudem a governar esta cidade e tirá-la das  trevas do abandono, estamos recebendo uma cidade de 40 mil habitantes, nas margens de uma BR, uma das mais importantes do Estado, com 51anos de idade, contudo, muito provavelmente, a cidade mais maltratada de todo o Maranhão, de todas as 217 cidades, explico, a herança mais perversa de todo o Estado deixada por um governante que se apropriou por longos 12 anos deste município fazendo-o refém de seus interesses, a certeza deste abandono é o de estar recebendo a cidade em que nasci sem um Hospital digno para atender os meus conterrâneos, não temos prédios públicos próprios para a administração funcionar, são todos alugados, não temos laboratório para fazer o exame do enfermo, não temos ambulâncias, não temos raio X,  nem o mercado do peixe escapou do aluguel, aliás, até as máquinas de xerox são alugadas, estou recebendo a Prefeitura sem uma caçamba, sem uma patrol, enfim, este é o Município que deixaram depois de 12 anos; é assustador a situação do Município. Não temos escolas equipadas com laboratório de informática, escolas mal cuidadas, nenhum compromisso com a educação da nossa juventude; as ruas estão intrafegáveis. Não temos lazer, não temos esporte, sequer uma Praça existe no Município; é, foram 12 anos de abandono e desvio de finalidade, mais de uma década perdida, temos agora a responsabilidade de erguer esta cidade, o povo nos confiou tanta esperança, a responsabilidade agora está sob os nossos ombros, de forma redobrada, pois estamos assumindo uma cidade adulta, com 51anos de existência como se tivesse nascendo agora, pois tudo temos que fazer construir, cuidar e avançar, vamos mudar, vamos nos agigantar, vamos mostrar que épossível. A tarefa é de todos nós. Vereadores, Secretários, auxiliares, assessores, servidores de um modo geral, o povo tem pressa, temos que tirar esta cidade urgentemente dos aparelhos, precisamos da colaboração de todos, não somos mágicos, não dá para fazer voltar no tempo tantos recursos desviados, mas tenham certeza de que tudo faremos para corresponder a confiança a que nos depositaram, toda estrada por mais longa que seja, sempre se começa pelo primeiro passo, estabelecemos a nossos auxiliares o prazo de 100 dias para fazermos o primeiro balanço da nossa administração para dizermos a todos das primeiras providências, das primeiras atitudes do governo, a partir de amanhã só teremos 99 dias para dar as primeiras respostas e dizer do que foi possível fazer e do que encontramos de desafio. Mãos á obra, o povo nos aguarda na Prefeitura a partir de agora. Obrigado meu Deus, obrigado São Mateus, obrigado povo da minha terra.
 

Nenhum comentário: