Moto Legal

27 de setembro de 2012

Irmã Lucineth pede desfiliação do PT após a desastrada aliança Genilson e Rovélio

Bacharel em Direito, são-mateuense, religiosa, conhecida na cidade como Irmã Lucinete (pois foi freira) era militante antiga do PT em São Mateus e no Maranhão, pediu sua desfiliação do partido na última terça-feira (25). Com vários anos de engajamento e de história de luta no Partido dos Trabalhadores, Irmã Lucineth diz que sai da sigla em razão da “postura de total subserviência que o partido assumiu diante da oligarquia Sarney e da ditadura imposta na administração local de São Mateus aceitando passivamente o papel de sub-legenda do coronelismo de Rovélio atual prefeito da cidade, tudo por conta de uma aliança feita na calada da noite entre o candidato a prefeito pelo PT Genilson Alves e o atual prefeito Rovélio (PV).”
Para Lucineth, tornou-se absolutamente impossível continuar militando por um São Mateus livre do atraso e continuar filiado ao PT, sob o risco, segundo ela, de incorrer em grave contradição política. Outros filiados ao partido, estão se organizando e pedirão a desfiliação nos próximos.
 
Abaixo exponho o teor da carta de desfiliação encaminhada a direção partidária local:
 
Ilmo. Sr.
Presidente Municipal do Partido dos Trabalhadores

Eu Lucineth Cordeiro Machado (...). Venho, à vossa presença desta direção partidária, com base no art. 21 da Lei 9.096/95 (Lei dos Partidos Políticos), comunicar meu DESLIGAMENTO, bem como REQUERER A BAIXA DO MEU NOME nos arquivos deste partido pelos motivos abaixo descritos:
Em primeiro lugar me desfilio do PT, num gesto de PROTESTO, para dizer expressamente que não estou de acordo, com a postura do partido nas três esferas: federal, estadual e municipal;

1.       Em relação à esfera federal, registro o meu sentimento de DECEPÇÃO com o PT que tão rapidamente perdeu sua essência política: a justiça, a democracia, a formação e organização popular, e com isso mergulha em crise contínua, crescente e profunda e, longe dos princípios de transparência e de honestidade no trato das coisas públicas que tanto pregou, vem se afundando na prática de corrupção, estampada na mídia através do “mensalão”;

2.       Na esfera estadual, sinto um misto de TRISTEZA e TRAIÇÃO: tristeza ao ver a divisão interna do PT baseada na disputa do poder pelo poder e lucro, e como traição, o apoio escancarado de Lula a Roseana e a toda a oligarquia Sarney, que há quase cinquenta anos vem “desmandando” e sungando esse rico estado, ao ponto de torna-lo o mais pobre da federação, bem como o apoio à candidatura de Washington, que seja como vice-governador de Roseana, seja como candidato a prefeito de São Luis apoiado pela família Sarney, macula a imagem do PT e fere de morte o sonho de muita gente que acreditou que depois de vinte anos de espera e de luta, tinha finalmente conseguido dar um rumo novo à história desse país e desse estado;

3.       Em relação ao PT municipal, sinto a mistura de todos os sentimentos anteriores expressos/; DECEPÇÃO, TRSITEZA e VERGONHA, acrescentado de PESAR ao saber da aliança Genilson Alves com o coronel Rovélio. Decepção e vergonha porque jamais imaginei que Genilson chegasse a esse ponto, sabedor que é que esse foi o pior governo, ou melhor, desgoverno, que São Mateus já teve ao longo de sua história política, e as provas estão aí às claras: faltam saúde e educação, a juventude mergulhando no mundo das drogas, a violência por todos os cantos da cidade, muita gente, sobretudo os homens tiveram que deixar sua terra em busca de trabalho, as ruas esburacadas... Enfim, um caos. Tristeza, porque conheço sua história, seu engajamento político, conheço e admiro sua capacidade intelectual, sei que é uma pessoa do bem, por isso me entristece saber desse acordo com o mesmo coronel que há pouco o chamava de “moleque de recado”, candidato “faz-me rir”, expressões de desrespeito e desconfiança, que, portanto, o torna desmerecedor de abraço e muito menos de aliança. E, finalmente de pesar, porque penso que com esse tipo de “apoio” Genilson fere gravemente sua carreira política apenas iniciada.

Frente ao exposto, e certa de vosso pronto atendimento, reitero o pedido de exclusão do meu nome da relação de filiados desta agremiação partidária e renovo meus votos de estima e consideração.
 
São Mateus, 25 de setembro de 2012.

Lucineth Cordeiro Machado

- Lucineth é ex-secretaria Executiva da Cáritas Brasileiras Regional Maranhão, hoje ela assessora a Instituição no Estado.

Nenhum comentário: