17 de maio de 2012

Vereador de São Mateus do Maranhão é acusado de esquema fraudulento.


Hélio Boueres Pinto é vereador em São Mateus do Maranhão. Conhecido como Hélio do Chico Pinto, ele é apontado pelo Tribunal de Contas do Estado - TCE como responsável por um esquema fraudulento no período em que presidiu a Câmara de Municipal. Apresentador do telejornal Girando com a notícia, convocou o POVO pra estar presente nesta sexta-feira (18) na sessão da câmara de São Mateus.

Por Jonatas Carlos


Durante sua permanência na Presidência da Câmara de Vereadores de São Mateus, o vereador Hélio Boueres Pinto/Foto, mais conhecido como Hélio do Chico Pinto, contratou por um período de 12 (doze) meses o carro FIAT/PÁLIO cor: verde ano 2002 do Sr. Clorisvado Martins de Oliveira motorista do atual prefeito CASSADO Rovélio (PV) de São Mateus do Maranhão ainda no cargo por força de liminar.
“PASME AGORA”, a contratação do veículo foi feita sem licitação ou dispensa relativa a esta locação, o valor pago pelo aluguel do veículo foi R$ 30.000,00 [trinta mil reais] sendo R$ 2.500,00 (Dois mil e quinhentos reais) mensais. Há informações de que o carro contratado pela Câmara na gestão do vereador Hélio nunca teria saído da capital Teresina cidade de origem do Sr. Clorisvaldo, veja a placa do carro no documento do TCE.

Segundo confirma o próprio TCE este veículo de acordo com a fraudulenta prestação de contas da gestão do Vereador Hélio consumiu 27 (vinte e sete) tanques de óleo diesel em apenas um mês eu disse tanques e não litros, outro detalhe, não existe e nunca existiu fabricação do Carro modelo Pálio da fabricante Fiat a diesel, outro crime detectado na prestação de contas é que não foi identificado nenhum outro veículo prestador de serviço para a câmara que seja movido a diesel. Então em que veículo e de quem foi abastecido tanto combustível.
Em se trantando de combustível também foram encontradas irregularidades na contratação de combustível no valor de R$ 17.366,00 (Dezessete mil, trezentos e sessenta e seis reais) relativos aos meses de outubro a dezembro de 2007 na Empresa: São Domingos Petróleo LTDA, mas conhecida como Posto São Domingos de propriedade do empresário Domingos Jr pré-candidato a prefeito pelo grupo do atual prefeito, tudo isso também foi praticado sem procedimentos licitatórios ou dispensa relativa a tal contratação.
Conforme comprovante do próprio TCE na mesma prestação de conta do vereador Hélio, houve desvio de imposto de renda calculada em R$ 760,30 (setecentos e sessenta reais e trinta centavos) destacado na nota fical (NF) como sendo ISSQN.

Em anexo segue as provas do crime: