20 de maio de 2012

Só faltava essa: Após serem vaiados, vereadores tentarão entrar na justiça contra o POVO de São Mateus!

Tem cada coisa neste mundo que até Deus, penso que as vezes duvida. É aquela coisa, quando você pensa que já viu de tudo, aí você chega em São Mateus e tem a noção de que ainda não viu quase nada!

Por Jonatas Carlos


A maioria dos vereadores de São Mateus ao entrar na Câmara Municipal, num grande ato público realizado por milhares de pessoa na câmara na sexta-feira (18) reveja aqui, foram vaiados pelos cidadãos que ali estavam presente. Ao final da sessão o próprio Presidente da Câmara afirmou em entrevista que o POVO tem todo o direito se manifestar quando se sentir lesado por qualquer vereador.
Desprestigiados, meia dúzia de vereadores estão prevendo a possibilidade de entrar na justiça contra todos aqueles que os vaiaram, eles alegam que a moral deles foi prejudicada (parece brincadeira).
Porque então que os mesmo não entram na justiça pelo fato do Prefeito da cidade não prestar contas a população, será que os mesmo tem algum envolvimento na contratação dos funcionários fantasma que recebem sem trabalhar e ainda são locados em locais que nunca estiveram?
Porque os mesmo não tiveram a mesma coragem de investigar o sumiço do dinheiro das pontes (Ponte do Piqui, Curto e Vai quem quer) onde o próprio prefeito afirmou está na conta?
Não investigam as paralisações das diversas obras inacabadas pela cidade?
Porque então querem agir contra o POVO? Afinal foram aqueles CIDADÃOS (milhares por sinal) que lotaram a Câmara Municipal na última sexta-feira que os elegeram e tem todo o direito de se revoltar contra os mesmo independentemente de suas fantasias e se aceitaram o convite do apresentador da TV Difusora foi a prova que foram lá defender o jornalismo praticado por ele e se manifestar contra a péssima atuação da maioria dos vereadores, isso é óbvio! Porque será que houve vereadores que entrou na Câmara tremendo? O despreparo da maioria dos vereadores é tão grande que se o POVO se manifestar, na visão de alguns deles, o POVO está cometendo um crime (que crimes?). Agora achar que lá era uma manifestação de um determinado grupo político é brincadeira, lá estavam pessoas ligadas a todos os grupos políticos da cidade. Que entrem com ações na justiça contra os que ali estavam, a JUSTIÇA é lenta mais não tola. A mídia estará aqui para publicar a derrota dos que se incomodam com a participação do POVO.

No plantão de Polícia da cidade não há registros de ocorrências sobre despedração ao patrimônio, tentado contra a VIDA de qualquer parlamentar (os mesmo entraram e saíram sem escolta policial), saques ou arrobamentos nos pontos comerciais próximos a Câmara Municipal, conclusão, o manifesto foi PACÍFICO!