Obras Mais Asfalto

22 de dezembro de 2011

Policial Militar é flagrado em possível prática de suborno.

Por Jailson Rodrigues

Cansado de ver diariamente condutores de veículos serem alvos de subornos, praticados por policiais militares do município de Coelho Neto, no Maranhão, um cinegrafista amador, resolveu gravar todo o procedimento de uma blitz do município e acabou flagrando um policial em um possível caso de suborno, o caso aconteceu no começo do mês, mais só agora foi repassado para a imprensa através do Portal AZ.
O PM segura a chave da moto em cima da prancheta e recebe um dinheiro por baixo dela
A operação onde a imagem foi gravada aconteceu em uma das vias mais movimentadas daquele município, a Avenida Marechal Cordeiro de Farias, nas proximidades do Banco do Brasil. No vídeo um suposto pedreiro que teria tido sua motocicleta apreendida, aparece chamando um policial para um lugar afastado e na seqüência a imagens o mostra entregando uma centra quantia em dinheiro para o PM, que após receber a nota repassa uma chave que seria da motocicleta do pedreiro.
O Policial Militar que aparece nas imagens foi identificado como Cabo Zito, que estava a serviço da 3ª Companhia Independente da Policia Militar, que é subordinada ao 2° Batalhão da PM maranhense que fica em Caxias. Por telefone o Portal AZ falou com Comandante da Cia de Coelho Neto, Capitão Luiz Rodrigo, ele evitou falar muito sobre o assunto, mais garantiu que o PM foi transferido do município e que está à disposição da Corregedoria da Polícia Militar que já está investigando o caso. ”Ele está tendo o direito de se defender, e que caso seja comprovado o suborno ele deverá ser afastado de suas funções”, comentou.
Na imagem acima o PM repassa uma chave para o motociclista. Os dois envolvidos na imagem já foram ouvidos pela polícia local, o policial negou o suborno, e teria afirmando que estava apenas recebendo uma divida do pedreiro. Nossa reportagem também apurou que o cinegrafista que fez as imagens estaria sofrendo intimidações por parte de policiais militares.
O caso já chegou até a Procuradoria Militar do Ministério Público em São Luiz. Essa foi o primeiro caso polêmico envolvendo casos de suborno em Coelho Neto, já que há tempos a população reclamava das ações de policiais corruptos, mais como não tinham provas tudo continuava normalmente sem nenhum tipo de investigação.

Nenhum comentário: