Obras Mais Asfalto

16 de novembro de 2011

Nova casa da justiça de São Mateus será inaugurado amanhã (17).

Por Jonatas Carlos


Depois de longos meses de espera finalmente será entregue o novo prédio da "Casa da Justiça" ou o Fórum da Comarca de São Mateus (ao lado imagens dos ajustes finais da obra), logo nas primeiras horas da manhã recebi uma ligação da secretária do Juiz Marco Aurélio, titular da Comarca de São Mateus-MA, que a pedido do própria me informava sobre a programação e me convidava para me fazer presente ao evento de inauguração. A comarca de São Mateus foi priorizada no projeto de reestruturação da Justiça de 1º grau pelo presidente do TJ-MA, desembargador Jamil Gedeon, que determinou, não só a construção do novo fórum, no valor de R$ 1.050.950,43, como também a locação de um imóvel para a transferência temporária dos serviços, o que já estava sendo feito desde o início do ano.
Na sexta-feira passada (11) o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), desembargador Jamil Gedeon, vistoriou a obra de construção do novo fórum de São Mateus, que vai melhorar o trabalho da Justiça na comarca.
O novo fórum que será inaugurado amanhã (17) é localizado no Bairro São José, mas conhecido por Toca da Raposa, em terreno doado pela Prefeitura Municipal. O novo é constituido com três varas, seis gabinetes, salão do júri  e sala de conciliação, o prédio é um modelo padrão do judiciário maranhense, com área construída igual a 689,89m², área do terreno igual 2.400,00m². 
 Com processos na mão, Juiz Marco Aurélio ao lado do
presidente do TJMA Jamil Gedeon e demais assessores

Na vistoria do presidente do TJMA estiveram presente em sua companhia os desembargadores Cleones Cunha, José Bernardo Rodrigues, José Luiz Almeida, o juiz auxiliar da Presidência, Raimundo Bogéa, a coordenadora de engenharia, obras e serviços do tribunal, Gisele Silva, e a chefe da divisão de obras e serviços, Tyara Oliveira. 

Que com a nova casa, possamos ver também novas decisões que beneficie o povo e a quem é de direito conforme as Leis.

Nenhum comentário: