Obras Mais Asfalto

13 de outubro de 2011

Após parecer contrário da Promotoria de Justiça no caso Neto Amorim, população promete lotar a Câmara de São Mateus-MA

Nesta sexta feira, ou seja, amanhã dia 14/10 está sendo organizado na cidade movimento de pessoas para acompanharem na Câmara Municipal de vereadores mais um episódio vergonhoso para a história política de nossa cidade, agora vem à tona o caso: vereador Neto Amorim (PMDB), o programa Girando com a notícia da TV Difusora local divulgou nos últimos dias matérias dando conta de que o atual Presidente da Câmara, vereador Neto Amorim não deveria estar sequer Vereador, quanto mais Presidente da Câmara em face de ter os seus direitos políticos cassados  pela Justiça Federal, tudo por conta do tempo em que foi Secretário de Finanças do seu pai, o então prefeito Getúlio Amorim (1993-1996), por suposto desvio de recursos federais. Além de ter voltado para a Câmara, através de uma LIMINAR mais do que duvidosa na minha análise, numa linguagem popular a chamo de esquisita, aonde foi reconduzido ao cargo depois de um vira e mexe, e atualmente está como Presidente da Casa Legislativa de São Mateus.

Entenda melhor o caso:
Neto Amorim/foto foi condenado pela Justiça Federal por improbidade administrativa, em outras palavras a Justiça Federal o condenou por suposto desvio de verbas federais na época em que o mesmo era secretário de finanças da Prefeitura Municipal de São Mateus juntamente com seu pai Getulio Amorim que também foi condenado na mesma sentença, o fato de seu pai ter sido réu no mesmo processo que o filho é pelo fato que na época Getúlio era o prefeito da cidade. Neto foi declarado inelegível, com a perda dos direitos políticos pela Justiça Federal, com o trânsito em julgado, ou seja, após não haver mais possibilidades de recurso para tentar reverter à situação do vereador. Mesmo esgotado esta possibilidade ganhou do Juiz da Comarca de São Mateus uma liminar, daí uma observação que fiz no dia em que esta liminar foi concedida: Como pode um Juiz Estadual conceder uma liminar e suspender os efeitos de uma decisão de um Juiz Federal, com esferas e instâncias tão distintas? Evidente que isso é uma espécie de deboche aos cidadãos desta cidade, um desrespeito à sociedade e um descrédito para a própria Justiça especialmente em São Mateus onde em se tratando de Poder Judiciário a confiança está lá em baixo.

A meu ver o caso Neto Amorim se investigado a fundo além de vexatória é muito grave e é também coloca em destaque envolvendo o Juiz Marco Aurélio, dizem que foi uma ordem que recebeu para dar esta liminar ao Neto Amorim, o próprio pai, Getúlio Amorim, andava comentando e se vangloriando que o Juiz estava obedecendo à ordem para dar esta liminar, isso aos quatro cantos da cidade, fato público e notório, dizia que foi ordem lá de cima. Isso torna o judiciário maranhense muito frágil perante opinião pública.

Há poucos dias, o Ministério Público de São Mateus, através do Promotor de justiça Dr. Clodomir Bandeira Lima Neto/foto emitiu parecer contrário a Liminar do Juiz Marco Aurélio no Mandado de Segurança impetrado por Neto Amorim, óbvio, o Promotor está simplesmente zelando pela legalidade além de está fazendo a sua parte, não entrou na estranhíssima decisão do juiz em tornar sem efeito uma decisão da Justiça Federal. O parecer do Promotor foi divulgado na TV Difusora no programa Girando com a Notícia, gerando forte repercussão na cidade.
Infelizmente é mais um episódio tendo a Câmara Municipal como pivô. Sexta-feira próxima, portanto dia 14/10 promete na Câmara mais um capítulo desta trágica novela da vida real da nossa cidade. Populares planejam uma manifestação a fim de cobrar soluções para este e outros casos como as CPI que deveriam investigar o ex-presidente da Câmara e o atual prefeito de São Mateus Rovélio ainda sem solução.

Um comentário:

junior disse...

parabéns JÔNATA CARLOS pela matéria, agora vejo que não existe mais ninguem amordaçado, assim é ser pelo povo,um abraço AUDILENE PINHEIRO.