Obras Mais Asfalto

14 de setembro de 2011

Já vai tarde: Pedro Novai é mais um corrupto que cai no Governo Dilma.

Crise começou com a deflagração da Operação Voucher, que prendeu 36 suspeitos de envolvimento no desvio de recursos de um convênio firmado entre o Turismo e uma ONG sediada no Amapá.

Pedro Novais (PMDB), 81 anos, estava desgastado após série de denúncias envolvendo o ministério.
Foto: Valter Campanato / Agência Brasil

Por Laryssa Borges
Terra

Acompanhado do vice-presidente da República, Michel Temer, o ministro do Turismo, Pedro Novais, entregou na tarde desta quarta-feira sua carta de demissão à presidente Dilma Rousseff.
A situação política do ministro havia se deteriorado após suspeitas de que ele teria usado recursos públicos para o pagamento de uma governanta e de um motorista para a família.
De acordo com o líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), a decisão foi “pessoal” e não significa que o correligionário tenha perdido apoio das bancadas do PMDB no Congresso.
De acordo com o parlamentar, Novais afirmou, ao deixar o cargo, que precisa se defender das acusações de uso irregular de recursos públicos e que não pretende paralisar o Ministério do Turismo às vésperas da Copa do Mundo de 2014 para se dedicar a responder às suspeitas.

Nenhum comentário: