Moto Legal

29 de junho de 2011

Denuncia de Blogueiro coloca banqueiro na Prisão!

A TV Globo através da novela "Insensato Coração" presta um grande serviço ao povo Brasileiro no tocante as falcatruas, a impunidade, a corrupção e aos trambiques da vida real.

Na novela insensato coração, assim como na vida real, existe também um Blogueiro, vivido pelo Ator (Cássio Gabus Mendes), que se sente indignado com o câncer que toma conta do Brasil, que é a corrupção generalizada! Esse Blogueiro ate então era taxado pelo Banqueiro Cortez, personagem vivido pelo Ator  (Herson Capri) como um desocupado, sem credibilidade, mais foi através do Blog que toda operação criminosa feita pelo Banco veio à tona, e culminou com a prisão do Banqueiro.

Como Blogueiro às vezes eu sou taxado de desocupado, covarde, plantador de boatos e por aí vai, conforme já foi dito até por autoridades locais! Não ganho nada para blogar e procurar manter as pessoas bem informadas e não sou contra aqueles que recebem por isto!

Em cidades onde as autoridades mantém financeiramente a imprensa tradicional local, que são as redes de comunicação de massa, para poder vender um mundo de ilusão, um mundo colorido de fantasia, ou seja, acobertar os podres, e esconder a realidade do povo. Os Blogueiros passaram a ser os olhos e a voz do povo.

Voltando ao assunto da novela Global, o Banqueiro Cortez, foi derrubado do seu cartel criminoso por um simples Blogueiro, isso mesmo, por um SIMPLES blogueiro que já não agüentava mais ver tanta roubalheira, tanta desonestidade, então, não duvide de nós blogueiros.      

Um comentário:

jaspion disse...

Taí uma boa dica pra vc JC!
em vez de vc ficar assistindo a novela da Rede Globo, vc deveria estar investigando a administração publica de nossa cidade e reunir provas cabais para formular uma denuncia que tenha fundamentos...
nao ficar aí chamando o Sr. prefeito, Coronel Rovelio de corrupto.
Jornalismo serio se faz com imparcialidade, só assim se consegue credibilidade.

Ah e antes que eu esqueça, para de bajular o Dr. Miltinho Aragão.