Moto Legal

7 de maio de 2011

Fidel diz que assassinato de Bin Laden foi um ato repulsivo

Do blog do Robert Lobato
Para o líder cubano, a morte de Osama multiplicará o ódio e a vingança contra o povo dos Estados Unidos ao invés de protegê-lo.

“Os Estados Unidos violaaram as leis desse país muçulmano, ofenderam “sua dignidade nacional” e “ultrajaram suas tradições religiosas” (Fidel Castro)
Fidel Castro: "o assassinato de um ser humano desarmado
e cercado de familiares constitui um fato repulsivo"

Havana – O líder cubano Fidel Castro classificou a morte de Osama Bin Laden como um “assassinato repulsivo”, que multiplicará o ódio e a vingança contra o povo dos Estados Unidos ao invés de protegê-lo, em mais um artigo publicado na imprensa local.
“Quaisquer que fossem os atos atribuídos a Bin Laden, o assassinato de um ser humano desarmado e cercado de familiares constitui um fato repulsivo”, assinalou o ex-presidente.
Fidel advertiu que, depois da “euforia inicial” pela morte de Bin Laden, o povo americano “acabará criticando os métodos que, longe de proteger os cidadãos, acabam multiplicando os sentimentos de ódio e vingança contra eles”.
“Assassiná-lo e enviá-los para as profundezas do mar demonstra temor e insegurança, o que o converte num personagem muito mais perigoso”, expressou o ex-governante.
Em seu artigo “O assassinato de Osama Bin Laden”, também destacou que o presidente Barack Obama “não tem como ocultar que Osama foi executado na presença de seus filhos e esposas”.
“Como impedirá agora que as mulheres e os filhos da pessoa executada sm lei nem julgamento expliquem o ocorrido, e as imagens sejam transmitidas ao mundo?”, questionou.

Nenhum comentário: