6 de abril de 2011

Mãe de paciente denuncia precariedade no CAPS de São Mateus.

O caos na administração pública de São Mateus aumenta a cada dia e isso faz com que os moradores começam a perder o medo do silência, abaixo você terá a íntegra de uma denúncia que foi enviada ao meu e-mail, assim que recebi a ligação de uma senhora relatando o descaso com o CAPS de São Mateus .

Enviada pela Sra. M. C. S. S.  de 53 anos de idade.

O CAP’s, órgão federal que o município administra está a 3 meses os funcionários estão a três meses sem receber pagamento, então o médico suspendeu todas as consultas dos pacientes e não está funcionando nada, os pacientes com deficiência menta estão sem receber a receita azul e por esse motivo nao podemos buscar os remédios nas farmácias, pois só recebemos se tivermos a receita, sem medicamento e sem atendimento nenhum e o dinheiro está indo todo mês pro CAPS e o secretário de financias e o prefeito usaram o dinheiro e não estão pagando em dias, por causa disso os pacientes estão em estado de crise, sem receita azul, sem medicamentos, sem consultas, sem falar que entrou uma verba extra pra todos os CAPS, soube que é 10 mil reais a mais, para ser usado no CAPS, aí eles pegaram, gastaram e não pagaram os funcionários, podiam ter aproveitado para colocar em dias o salário dos funcionários.

Dr. Afonso que é o medico disse pra mim, que enquanto não colocarem em dias o salário deles, ele não vai mais atender ninguém e enquanto isso, os pacientes ficam indo no CAP’s em estado de crise e não tem ninguém pra atender. Tem pacientes que são epiléticos, já que o município além de não dar o medicamento, não está dando mais nem a receita azul só vivem prometendo que vão regularizar, enganando nós usuários e o médico, aí o médico volta a atender e quando ele vê que o dinheiro não cai na conta, ele diz que não vai mais atender de jeito nenhum, ele só consultava de 15 em 15 dias, agora nem isso.

Dizem que o dinheiro que o Governo Federal manda é 20mil todo mês e ainda assim eles não pagam nem os funcionários deles, antigamente tinha lanche e oficina para os pacientes, hoje não tem nada, o prédio, está em caos, nem ventiladores não tem
 está tudo caótico.
Caro Jonatas, nós em São Mateus sentimos muita falta do jornal que passava no rádio, onde você era repórter, somente naquele tempo tínhamos aquem ao menos recorrer, pois a minha preocupação mesmo é com os pacientes que estão sem remédios.
Só temos mesmo que recorrer agora a Deus, porque ao prefeito Rovélio, não adianta mais, a gente não sabe mais o que fazer.


P.S.: Entenda qual deve ser o verdadeiro papel do CAPS
Seu objetivo é oferecer atendimento à população, realizar o acompanhamento clínico e a reinserção social dos usuários pelo acesso ao trabalho, lazer, exercício dos direitos civis e fortalecimento dos laços familiares e comunitários.
Os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), entre todos os dispositivos de atenção à saúde mental, têm valor estratégico para a Reforma Psiquiátrica Brasileira. Com a criação desses centros, possibilita-se a organização de uma rede substitutiva ao Hospital Psiquiátrico no país. Os CAPS são serviços de saúde municipais, abertos, comunitários que oferecem atendimento diário.

É função dos CAPS:
- prestar atendimento clínico em regime de atenção diária, evitando as internações em hospitais psiquiátricos;
- acolher e atender as pessoas com transtornos mentais graves e persistentes, procurando preservar e fortalecer os laços sociais do usuário em seu território;
- promover a inserção social das pessoas com transtornos mentais por meio de ações intersetoriais;
- regular a porta de entrada da rede de assistência em saúde mental na sua área de atuação;
- dar suporte a atenção à saúde mental na rede básica;
- organizar a rede de atenção às pessoas com transtornos mentais nos municípios;
- articular estrategicamente a rede e a política de saúde mental num determinado território;
- promover a reinserção social do indivíduo através do acesso ao trabalho, lazer, exercício dos direitos civis e fortalecimento dos laços familiares e comunitários.
 

Nenhum comentário: