30 de março de 2011

Secretaria de SP: 'Por que o Alencar e não o Sarney?'

Do: blog do Josias de Souza
Nas pegadas da morte do ex-vice-presidete José Alencar, a secretária de Cultura do governo de São Paulo levou ao twitter o seguinte comentário:
"PQ foi o José Alencar e não o #Sarney?".
A frase foi rapidamente removida. Porém, antes de expurgado, o cometários correu a web. Foi “retuitada”, como se diz, por incontáveis internautas.
Consumado o constrangimento, a secretaria vinculada ao governo tucano de Geraldo Alckmin viu-se compelida a pedir desculpas.
Veiculou no mesmo microblog o seguinte texto:
"Mensagem postada indevidamente no nosso perfil não reflete a posição oficial da Secretaria. Lamentamos o ocorrido" (veja lá no rodapé).
É a segunda vez que José Sarney (PMDB-AP), tetrapresidente do Senado, é brindado com mensagens tóxicas em microblogs oficiais.
No mês passado, uma funcionária terceirazada do STF valeu-se da aposentadoria do jogador Ronaldo para indagar no twitter do tribunal:
"Ouvi por aí: 'agora que o Ronaldo se aposentou, quando será que o Sarney vai resolver pendurar as chuteiras?'."
Presidente do Supremo, Cezar Peluzo tocou o telefone para Sarney. Desculpou-se. Ouviu dele pedido para que não punisse a funcionária.
Peluzo fez ouvidos moucos para o apelo, mandou dispensar a autora do chiste e divulgou nota de esclarecimento.
Não há, por ora, notícia de telefonema de Alckmin para Sarney.

Nenhum comentário: