22 de junho de 2010

I MARCHA DO POVO CONTRA A CORRUPÇÃO

Dias 22 e 23, militantes sociais das mais diferentes entidades sociais, representando municípios de todas as regiões do Maranhão, irão marchar da entrada do bairro do Maracanã, Km 15 da BR-135, até a sede da Procuradoria- Geral da Justiça, no centro de São Luís, numa demonstração clara da indignação do povo maranhense contra a corrupção.
Além de demonstrar uma atitude, pretendem provocar o povo de são Luís e do maranhão, para que se indigne contra esse crime que viola e destrói direito, compromete a justiça social e fragiliza as instituições democráticas.
É praticamente impossível a efetivação dos direitos sociais, a distribuição de renda e o fortalecimento das instituições do Estado brasileiro enquanto a corrupção for algo aceito como normal, enquanto houver omissão no seu combate, enquanto a certeza da impunidade estiver na mente do corrupto.
Por isso o povo deve se levantar e exigir a punição daqueles que, ao receberem a responsabilidade de cuidar e zelar pela coisa pública, fazem o contrário, desviam, se apropriam, beneficiando a si, seus parentes e aliados.
A primeira marcha será dividida em duas etapas. Hoje por volta das das 08:00 horas, um grupo de 80 pessoas, depois do ato público no local, fizeram o primeiro trecho, do Km 15 até o marco zero de São Luís (rotatória do Tirirical), objetivando despertar a população, chamar a atenção, provocar a consciência e a indignação.
Amanhã, 23 de junho, a marcha irá iniciar às 08:00 horas, com a participação esperada de 600 militantes sociais, dos mais diversos municípios maranhenses, que irão sair da rotatória do Tirirical, seguindo pelas avenidas dos Franceses/Getú lio Vargas, até a sede da Procuradoria- Geral de Justiça, momento em que entregarão representações contra os prefeitos que não prestaram contas para o povo dos recursos recebidos no ano de 2.009.
Na oportunidade irá ser publicada a lista de prefeitos inadimplentes com o povo, gestores que serão representados pelos crimes de responsabilidade e de falsidade ideológica.
Será entregue, também, na ocasião, requerimento para que a Procuradora- Geral de Justiça oficie os Promotores de Justiça sobre a responsabilidade em acompanharem a entrega da prestação de contas e o dever de acionarem os prefeitos que não cumpriram o que determina a Constituição e as leis do país.
Dos 217 municípios maranhenses, até agora somente 18 comprovaram ter entregue a prestação de contas, exercício 2009, nas Câmaras Municipais, para ficarem à disposição da população, a fim de que o povo exerça o direito de análise e verificação, encaminhando aos órgãos de fiscalização do Estado aquilo que houver indício de irregularidade.
A marcha pretende se instituir como ato de controle popular sobre a administração pública, visitando o local da obra pública para comprovar se realmente ela foi executada corretamente.
No próximo ano, irá percorrer, aos moldes da Força Tarefa Popular, que ocorre no Piauí já faz nove anos, os municípios com fortes indícios de corrupção, para não só mobilizar o povo e conscientizá- lo, mas também para ir até o local da irregularidade, apresentando em seguida representação aos órgãos de fiscalização para a tomada de posição.
O ato final está previsto para às 16:00 horas, em frente à sede da Procuradoria- Geral de Justiça, momento em que será divulgada a lista de gestores inadimplentes com o povo, sendo protocolada, em seguida, a representação coletiva contra os mesmos, pelos crimes de responsabilidade e falsidade ideológica.

TODOS CONTRA A CORRUPÇÃO!!!

Coordenação
Fóruns e Redes de Cidadania do Maranhão
[texto e foto: da coordenação do evento



MARANHÃO lidera o ranking dos inelegíveis, afirma TCU.


O Tribunal de Contas da União
(TCU) divulgou nesta segunda-feira uma lista com os nomes de 4.922 gestores públicos que estão impedidos de disputar as eleições de outubro. Eles ficaram inelegíveis porque tiveram suas contas dos últimos anos rejeitadas por mau uso do dinheiro da União em convênios de estados e municípios com entidades federais. A grande maioria dos integrantes da lista é de funcionários de carreiras ou de
cargos de confiança, e a maior parte não pretende disputar a eleição. Mas o que tiver essa pretensão será barrado na Justiça Eleitoral.

A ex-prefeita de São Mateus do Maranhão, Ana Maria Nunes Correa de Castro está na lista na folha 188 nos acordões: 742/2003 (FNDE), 1706/2006 (FNDE) e 2301/2007 (FUNASA).

O maior número de condenações ocorreu no Maranhão: 728, seguido por Bahia (700), DF (614) e Minas Gerais (575). Na outra ponta, o menor número de condenações ocorreu em Santa Catarina: 86. No Estado do Rio o TCU somou 214 condenações e em São Paulo, 455.

"Espero que esta lista possa subsidiar a ação da Justiça Eleitoral no momento que o Congresso aprovou a Lei da Ficha Limpa, na segurança de conseguir expurgar os maus gestores e fazer prevalecer a ética e a moralidade da coisa pública" - afirmou o presidente do TSE.

Um comentário:

Monsueto Araujo de Castro disse...

MOVIMENTO NACIONAL PELA VALORIZAÇÃO DO VOTO – MONAV
Na luta contra a fraude e a corrupção eleitoral



VOTE BEM - OS DEZ NÃOS



1º - Não deixe de votar, valorize o seu voto

2º - Não vote contrariando a sua opinião, o seu voto é secreto

3º - Não vote para contentar parentes ou amigos, escolha o melhor candidato

4º - Não venda o seu voto, garanta a sua liberdade de escolha

5º - Não troque o seu voto por favores, o seu voto é livre e soberano

6º - Não vote sem conhecer a capacidade e o programa do candidato

7º - Não vote sem conhecer a competência e o passado do candidato

8º - Não vote sem conhecer o caráter do candidato, o seu voto merece respeito

9º - Não deixe nenhuma pesquisa mudar o seu voto, use de sua firmeza

10º - Não vote em candidato com Ficha Suja, deve ser Ficha Limpa


ESCOLHA BEM NA HORA DE VOTAR


Site: www.monav.com.br
Email: contato@monav.com.br