26 de junho de 2010

Conselho Comunitário de Segurança - CONSEG é criado em São Mateus

São Mateus do Maranhão se torna a 55ª cidadea ser contemplada com a formação dos Conselhos Comunitários de Segurança no interior do Maranhão. Neste final de semana, a Secretaria de Segurança Pública – SSP nas pessoas do Capitão Ribeiro da PM e do Sr. Lima Funcionário da SSP e Conselheiro Comunitário de Segurança da área São Cristovam/São Luis-MA. Estiveram presentes para que, junto com lideranças comunitárias locais, concluíssem mais uma etapa do projeto. Este 55º Conselho formou 45 membros da comunidade saomateuense das quais 22 tornaram-se eleitos, são eles: Geovane, Dielson, Raimundo Nonato, Jair, Gregório, Valentim, Marcone, José Henrique, Domingos Jr. Joaquim Nunes, Altemir Aragão, Genésio Lima, Almir, Benedito, Manoel, Joedson, José, João, Gonçalo, Antonio, Edvan e Veceslau.
Em uma entrevista exclusiva a este blogueiro e repórter informativo da Nossa Rádio FM 98,1, o Capitão da PM Ribeiro afirma que o Conselho Comunitário de Segurança abre um canal de participação da sociedade em relação a segurança pública local.
Somando-se ainda, à representatividade de um membro nato da Policia Militar e Civil da cidade. Os Conselhos Comunitários de Segurança fazem parte de um projeto social de iniciativa do Governo Federal, por meio do Programa Nacional de Segurança com Cidadania (Pronasci) e Secretaria de Estado de Segurança Pública, que visa capacitar pessoas da própria comunidade onde moram para discutir, analisar, planejar e acompanhar a solução de problemas comunitários de segurança, além de promover campanhas educativas de cooperação entre lideranças locais.
Os conselheiros são moradores voluntários que após um treinamento específico sobre Segurança Pública e Direitos Humanos, trabalharão em conjunto com as policias Civil e Militar em sua localidade. Todos os representantes da comunidade receberam da Secretaria de Segurança, o certificado de conclusão do curso capacitando-os para iniciar os trabalhos, além de camisas, botóns e carteiras de identificação. Estes, somente recebem a formação após um intensivo trabalho que envolve a mobilização da comunidade em geral em toda a região, a sensibilização por parte dos representantes da sociedade civil organizada em atuar voluntariamente no projeto e por fim, a capacitação com oficinas, cursos, palestras e debates formativos em temas recorrentes à Segurança Pública. O evento foi realizado no auditório do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de São Mateus.

Edição: Jônatas Carlos / Não temos registros fotográficos do evento