Obras Mais Asfalto

8 de abril de 2010

Meio milhão de maranhenses sofrem com a BR-226

Tem causado muita indignação, em mais de vinte e oito municípios, o asfaltamento da BR 226. Entra governo e sai governo e ninguém tem coragem de asfaltar os vinte e quatros quilômetros até chegar ao povoado do Baú em Caxias.

Diretamente, mais de meio milhão de pessoas são penalizados com a “esperteza” de alguns políticos. O Governo Federal contratou a empresa paranaense CBEMI para recuperar a rodovia, até pagou! Só que, a estrada não será concluída.

É que alguns parlamentares e ex-parlamentares lutam contra esse beneficio. Impedindo que esse trecho seja asfaltado. Atualmente os condutores são forçados a pegarem a BR-135 e depois a BR-316 para chegarem a Teresina, aumentando o percurso em mais de 100 quilômetros.

No período chuvoso a estrada fica intrafegável, devido à quantidade de buracos que se formam. Empresas como a Eletrobrás-Eletronorte também tem seus serviços prejudicados. Pois, em emergências na subestação de Coelho Neto, o tempo no translado aumenta em duas horas penalizando indústrias de açúcar, álcool e celulose.

São seis horas ou mais dependendo do município até o Piauí. Muitos morrem sendo transportado para os hospitais em Teresina. Se a estrada fosse asfaltada o tempo seria reduzido e a possibilidade de viver seria maior.

A longa distancia que os condutores são obrigados a percorrer também aumenta o custo de vida nesses municípios. Alimentos, roupa, combustível, peças dentre outros produtos também teriam o preço reduzido. Mas pra isso nós precisamos que a governadora Roseana Sarney intervenha em nosso favor.

RELAÇÃO DE MUNICÍPIOS PREJUDICADOS/POPULAÇÃO:

1. Barra do Corda, - 83.952

2. Buriti Bravo, 23.612

3. Colinas - 39.256

4. Dom Pedro - 26.284

5. Fernando Falcão - 4.943

6. Fortaleza dos Nogueiras - 12.679

7. Fortuna - 13.876

8. Gonçalves Dias - 18.587

9. Governado Archer - 8.237

10. Governador Eugênio Barro - 16.893

11. Governador Luis Rocha - 6.347

12. Graça Arranha - 8.226

13. Grajaú - 56.633

14. Jatobá - 4.230

15. Jenipapo dos Vieiras - 15.268

16. Lajeado Novo - 6.602

17. Mirador - 21.953

18. Montes Altos - 11.020

19. Parnarama - 35.972

20. Porto Franco - 19.503

21. Presidente Dutra - 43.238

22. Santa Filomena - 8.139

23. São Domingos do Maranhão - 35.921

24. São João do Soter - 16.755

25. São José dos Basílios - 8.966

26. Senador Alexandre Costa - 8.569

27. Sítio Novo - 16.204

28. Tuntum - 44.632

Total de 616.551 pessoas afetadas DIRETAMENTE.

Nenhum comentário: