Obras Mais Asfalto

4 de fevereiro de 2010

Clima político em São Mateus volta a ficar tenso.

Miltinho Aragão sendo carregado nos braços pelo POVO.

O clima no meio político saomateuense voltou a ficar eletrizante, tudo por conta do acontecimento de mais uma audiência sobre o processo eleitoral ainda de 2008 que envolve o atual prefeito CASSADO Rovélio (PV) e Dr. Miltinho Aragão (PSB). O atual prefeito ainda CASSADO desde o dia 13 de abril de 2009 e no cargo por meio de liminar é acusado por abuso do poder econômico e político, compra de votos entre outros crimes.
A audiência iniciada nas primeiras horas da manhã de ontem (3), quase que seria atrasada ou até mesmo adiada, devido a uma falta de energia que atingiu uma parte da cidade devido um problema na rede elétrica, mas logo foi solucionado, a audicência de ontem era apenas oitiva, sendo ouvidas testemunhas de defesa e acusação.
Do lado de fora do Fórum de Justiça era grande a movimentação de CIDADÃOS de ambos os lados sendo que do lado do atual prefeito ainda CASSADO era minoria, cerca de 25 a 30 pessoas apenas, já do lado de Dr. Miltinho Aragão eram centenas de pessoas. A audiência terminou por volta das 20h30min.
O prefeito ainda CASSADO acompanhado de poucas pessoas de seu grupo saiu do Fórum sob uma grande vaia e gritos de protestos, já Miltinho Aragão saiu sob aplausos e carregado nos braços por seus correligionários que ficaram apostos em frente ao Fórum durante toda a audiência, em seguida Miltinho Aragão conversou com o público presente dando explicações do que ocorreu na audiência.
"QUE SE FAÇA JUSTIÇA"
Foi esta a mensagem que Miltinho Aragão utilizou no fim de seu discurso. E disse ainda que o Juiz Eleitoral Dr. Osmar, se dispõe do prazo legal da lei, de 15 dias para dar a sentença final sob o processo que ontem foi concluído.
É válido lembrar que contra o prefeito ainda CASSADO de São Mateus corre na justiça cinco processos eleitorais tudo por conta das irregularidades cometidas durante a campanha eleitoral de 2008.

Edição: Jônatas Carlos/ Imagem: Cleyton Ferreira

Nenhum comentário: