Obras Mais Asfalto

24 de novembro de 2009

O ENTERRO DE SARNEY.


História que circula na Internet. Recebi por e-mail através de um amigo jornalista. Veja abaixo:

SARNEY morreu. Fizeram, então, uma reunião em Brasília para decidir onde ele seria enterrado.

Um senador sugeriu: Vamos enterrá-lo no Amapá.

Então um bêbado, que não se sabe como entrou na reunião, disse com aquela entonação típica dos bebuns:

- No Amapá pode… Só não pode em Jerusalém.

Ninguém deu bola para o que ele disse.

Um PSDBista falou: O irmão deve ser enterrado no Maranhão. Foi lá, junto com a gente, que ele viveu e fez sua carreira militar e política.

O bêbado mais uma vez interveio: No Maranhão pode… Só não pode em Jerusalém!!! Novamente, ninguém lhe deu ouvidos.

Nem no Amapá, nem no Maranhão, interveio um PMDBista: Deve ser enterrado em Brasília, pois era Presidente da República e todos os presidentes devem ser enterrados na Capital Federal.

E o bêbado novamente: Em Brasília pode… Só não pode em Jerusalém!!!

Aí, perderam a paciência e resolveram interpelar o bebum:

- Por que esse medo de que o SARNEY seja enterrado em Jerusalém? E o bêbado respondeu:

- Porque uma vez enterraram um cara lá, e ele RESSUSCITOU !!!


Importante:

Todo aquele que ler este blog tem a obrigação moral de, em defesa da ética e da democracia, copiar e enviá-lo por e-mail a pelo menos um amigo. Se você romper a cadeia, o SARNEY pode se reeleger um dia…

Fonte: Imagem CAJUARTE / texto: Blog do John Cutrin

Nenhum comentário: