Obras Mais Asfalto

4 de novembro de 2009

Autor de Honoráveis Bandidos, já está em São Luis para o Lançamento da Obra!

Palmério Dória autor do Livro / Foto: Gilson Ferreira


Palmério Dória (foto) traçou o retrato contundente e polêmico de José Sarney e seu clã na mais bela Obra Honráveis Bandidos. Que já alcançou mais de 10 mil cópias a cada 10 dias e está entre os mais vendidos em todo o Brasil.


Por Gabriela Saraiva


Lançado desde o último dia 24, em São Paulo, o livro “Honoráveis Bandidos – Um retrato do Brasil na era Sarney” –, que conta em detalhes a história secreta do surgimento, enriquecimento e tomada de poder regional e nacional da família Sarney, agora chega ao solo da terra que lhe deu origem: o Maranhão. Em entrevista coletiva realizada na tarde de ontem, o autor da obra, que já ocupa as primeiras posições de vendas do país, falou sobre o processo de sua elaboração, divulgação e os resultados já obtidos. Hoje, uma noite de autógrafos, às 19 horas, marca o lançamento do livro no Estado, lá no Sindicato dos Bancários na Rua do Sol, bem no centro de São Luis - MA.

Origens – A idéia do livro surgiu depois que Palmério Dória descobriu, há dois anos, a existência de um projeto, em que Sarney pretendia realizar um processo de “limpeza” de sua biografia. Na programação, que se encerraria em maio deste ano, estariam a confecção de biografias, autobiografia e videobiografias a respeito deste político que firmou raízes no cenário dominante da política regional e nacional. Questionado sobre este assunto, Palmério expõe orgulhosamente o resultado de seu feito: “Estava sendo preparado um ‘auê’ para Sarney e, eu acho que nós jogamos areia nesta festa”, diz o autor.

Expectativas – Em menos de um mês de seu lançamento em São Paulo, “Honoráveis Bandidos” já alcança o 5° lugar entre os livros de não-ficção, no “ranking” divulgado semanalmente pela revista Veja. Com uma tiragem que já chega a 10 mil cópias a cada 10 dias, o autor e seus organizadores calculam ter chegado a um patamar de 50 mil exemplares vendidos. “Esse livro é resultado de uma divulgação basicamente realizada por ‘blogueiros’ e ‘saiteiros’. A imprensa nacional deu as costas para nós. E hoje, quase que sem anúncios e publicidade, o livro já está em mais de 7 mil páginas no Google.”

No Maranhão, a procura pelo livro também já é intensa. Em algumas livrarias, já existe uma lista de pessoas que encomendaram a obra.


Fonte: Jornal Pequeno

Nenhum comentário: