Obras Mais Asfalto

6 de outubro de 2009

* JÁ VIROU MANIA

Pelo que vejo, de nada adiantou a regra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que pune com perda do mandato (cassação) a infidelidade partidária, já que a lei, afirma que o mandato pertence ao partido, não ao parlamentar eleito. Na Câmara dos Deputados lá em Brasília - DF, 27 dos 513 deputados federais trocaram de partido sendo que nestes números se destaca dois maranhenses: Davi Alves Silva Júnior - Trocou o PDT pelo PR e Zé Vieira - antes PSDB, depois estava sem partido e agora se filiou ao PR. No Senado, 4 dos 81 senadores seguiram o mesmo caminho. Já aqui no Maranhão o troca-troca já virou mania, 15 dos 42 deputados estaduais já opitaram em aderir a esta tal INFIDELIDADE PARTIDÁRIA.

Abaixo os que já aderiram ao troca-troca aqui no Maranhão:
  1. Afonso Manoel - Trocou o PSB pelo PMDB
  2. Alberto Franco - Trocou o PSDB pelo PMDB
  3. Antônio Bacelar - Trocou o PDT pelo PMDB
  4. Arnaldo Melo - Trocou o PSDB pelo PMDB
  5. Carlos Braide - Trocou o PDT pelo PMDB
  6. Cleide Coutinho - Trocou o PSDB pelo PSB
  7. Graciete Lisboa - Trocou o PSDB pelo PMDB
  8. José Lima - Trocou o PSB pelo PMDB
  9. Marcos Caldas - Trocou o PTdoB pelo PRB
  10. Paulo Neto - Trocou o PSB pelo PRB
  11. Rigo Teles - Trocou o PSDB pelo PV
  12. Rubens Pereira Júnior - Trocou o PRTB pelo PCdoB
  13. Stênio Rezende - Trocou o PSDB pelo PMDB
... o respeito ao partido e aos eleitores onde está?

Um comentário:

Fraeldo Moraes disse...

JONATA parabens pela materia, assi fico sabendo que a qualquer momento pode pérder o mandato.


quero que você me responda uma coisa: um policial aposentado pode dar voz de prisão? fico grato caso você possa me ajudar.