Moto Legal

8 de agosto de 2009

APÓS SER CASSADA PELO TSE A DEP. GRACIETE LISBOA DEIXARÁ O CARGO


Publicado na última quinta-feira, no Diário da Justiça Eletrônico, o acórdão (espécie resumo da decisão) confirmando a cassação da deputada Graciete Lisboa (foto) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Com isso, ela terá de ser afastada imediatamente da Assembleia Legislativa. O afastamento se configurará após o TSE comunicar ao TRE do Maranhão e este ao Poder Legislativo. A deputada pode recorrer da decisão, mas fora do cargo.

A vaga dela deve ser ocupada pelo vereador reeleito de Açailândia Irmão Carlos (PMN). Ele deixou o PSDB após a eleição e por conta disso pode ser acusado pelo partido de infidelidade partidária. O segundo suplente é Carlinhos Amorim (PSB), outro a abandonar o ninho tucano após as eleições de 2006.

A Dep. Graciete (PSDB) poderá recorrer da decisão, mas só que fora do cargo. Graciete Lisboa foi denunciada pelo então adversário politico e hoje aliado o Dep. Jura Filho. Segundo a denpuncia ela participava de inaugurações de obras em Bacabal junto do então marido e hoje prefeito reeleito da cidade, Raimundo Lisboa, na época no PSDB e hoje no PDT. Durante essas inaugurações - asfaltamento de ruas e construção de poços artesianos - Lisboa, além de condicionar a realização do serviço à mulher, aproveitava para fazer propaganda da candidata citando inclusive seu número (45.800).

Nenhum comentário: